Os dados da Pesquisa Mensal de Emprego divulgados nesta quarta-feira, no Rio, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que, apesar de terem sido criados 633 mil novos postos de trabalho no país, entre novembro de 2003 e novembro de 2004 (crescimento de 3,4%), ainda havia no mês passado 2,3 milhões de pessoas buscando emprego nas seis regiões brasileiras envolvidas na pesquisa.

Embora o quadro se configure estável em relação a outubro deste ano, ele significa uma redução de 11,1% no universo de pessoas procurando emprego quando comparado a novembro de 2003, ou seja: menos cerca de 289 mil desocupados, segundo o IBGE.

Na comparação mensal só houve alteração significativa entre as regiões no Rio de Janeiro, onde o emprego cresceu de outubro para novembro 12,1%. Quanto à queda de 11,1% no número de desocupados entre novembro de 2003 e novembro de 2004, ela decorre principalmente da retração pela procura de emprego em Recife (-21,2%), São Paulo (-18,8%) e Porto Alegre (-16,7%).