O índice Bovespa, principal índice de ações da Bolsa de Valores de São Paulo, continua em baixa, pressionado por temores de que a China eleve sua taxa de juros, mas a perda já diminuiu, para -0,25% às 11h29. Segundo gestores, a situação estaria muito pior não fosse a decisão de ontem do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que abriu espaço para expectativas de redução maior da taxa Selic (juro básico da economia brasileira) de 0,50 ponto porcentual, em sua próxima reunião, no início de junho. "O dia será longo", disse um profissional, sobre a possibilidade de mudança na direção do índice hoje.

Com a pressão negativa vindo da China, um país tradicionalmente forte na negociação de commodities, as blue chips brasileiras caem. Há outros fatores de pressão sobre Petrobras e Vale do Rio Doce, como o fato de serem via de saída de investidores estrangeiros e também a queda dos metais e do petróleo. Com isso as ações preferenciais da Petrobras (PN) caíam 1,44%, Petrobras ordinárias (ON) -1,47%, Vale PNA -1,11% e Vale ON -1,47%. Às 11h25 a vice-líder das perdas era Bradespar, cujo principal investimento é Vale do Rio Doce.

Outro papel que registra perdas é ALL. Ontem o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou com restrição a operação de compra da Brasil Ferrovias e Novoeste Brasil pela empresa, realizada em maio do ano passado. O conselho condicionou a aprovação do negócio à assinatura, no prazo máximo de 60 dias, de um Termo de Compromisso de Desempenho (TCD) que fixará metas de eficiência das malhas ferroviárias.

As ações da Net lideram as perdas do Ibovespa e caem 3,01%. Parte do movimento é correção, já que ontem as ações subiram 2 05%. Outra parcela é o lucro líquido do primeiro trimestre, divulgado esta manhã, que ficou abaixo do esperado pelos analistas.

As altas do Ibovespa continuam lideradas por Cesp (+4,51%, às 11h27). O governo do Estado de São Paulo publicou ontem, no Diário Oficial, o decreto nº 51.760, que repassa à Secretaria da Fazenda a atribuição de "proceder a coordenação dos estudos técnicos relativos ao levantamento, avaliação, modelagem e execução de venda de participações societárias detidas pelo Estado". Segundo o documento, essa nova incumbência também se aplica "às empresas incluídas no Programa Estadual de Desestatização (PED)". A geradora paulista Cesp está incluída no PED desde 1996.

As ações da Bematech sobem 13,5% na estréia, cotada a R$ 17,03. O volume financeiro é de R$ 108 milhões, o terceiro maior do dia.