Todos os carros da marca Volkswagen produzidos neste ano terão um selo comemorativo para marcar os 50 anos da empresa no Brasil, comemorado no último dia 24 com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na fábrica da Anchieta, em S.Paulo. O selo poderá ser fixado no carro ou ficar com o proprietário.

A história da Volkswagen brasileira começa na verdade em 1949, quando a matriz alemã resolveu fazer uma fábrica fora da Alemanha. Optou pela América Latina e passou a procurar um país que tivesse perspectiva de crescimento. Escolhido, o Brasil passou a ser o primeiro País a fabricar um carro da marca além da Alemanha, três anos mais tarde.

Uma história de grandes lançamentos, produtos de primeira linha e desenvolvimento local permeou os 50 anos da Volks, mas a velha Kombi, que inaugurou a fabricação de carros no Brasil ao lado do Fusca 1200, ainda permanece em linha de produção e incrível! não muito diferente daquele primeiro modelo lançado nos anos 50. Eles começaram a ser montados num pequeno armazém na Rua do Manifesto, no Ipiranga, em São Paulo. O Volkswagen Sedã, como era chamado, era montado com peças importadas da Alemanha e por uma equipe de 12 empregados. De 1953 a 1957 foram montados nesse galpão 2.820 veículos (2.268 VW Sedãs 1.200cc e 552 Kombis.

Quando, em 1956, o governo brasileiro proporcionou condições favoráveis para instalação da indústria automobilística no País, a Volkswagen construiu a fábrica em São Bernardo do Campo e no ano seguinte, em 2 de setembro de 1957, saía da linha de montagem o primeiro modelo da marca fabricado inteiramente no Brasil: a Kombi, com 50% de suas peças e componentes produzidos no País.

O primeiro Fusca montado no Brasil foi lançado em 3 de janeiro de 1959 e vendeu 8.406 unidades naquele ano. Era um carro bem diferente dos grandalhões importados, que dominavam o mercado na época. Até 86, quando deixou de ser produzido, o Fusca vendeu 3,3 milhões de unidades no Brasil.

O Grupo Volkswagen é o maior fabricante de veículos da Europa com um faturamento em 2002 de $86.948 bilhões de euros e lucro líquido de $ 2,597 bilhões de euros. Responde por 12,1% no mercado global de carros de passageiros e tem um em cada cinco carros vendidos na Europa.