A Toyota se prepara para lançar o híbrido Prius no Brasil, logo depois do Salão do Automóvel de São Paulo, que ocorre em outubro. Por enquanto, o modelo será importado e, segundo Ricardo Bastos, diretor de relações públicas e governamentais da marca, deverá custar próximo aos R$ 150 mil, e sem margem de lucro para a empresa.

De acordo com Bastos, que participou do Salão Latino-Americano de Veículos Elétricos, ao somar o IPI, ICMS, PIS, Cofins e imposto de importação, o carro chega sobretaxado em 120%. Para Bastos, o governo precisa criar uma política específica para os carros elétricos e híbridos, mas essas regras só devem ser anunciadas depois da regulamentação do novo regime automotivo.

Lançado mundialmente em 1997, o Prius foi o primeiro veículo da história equipado com motores a gasolina e elétrico, utilizando a tecnologia Toyota Hybrid Synergy Drive, a ser produzido em escala comercial. Seu motor a combustão se destaca por dispensar a utilização de uma correia auxiliar para mover outros componentes do veículo, como o compressor do ar-condicionado, a bomba de água e a assistência elétrica da direção, que funcionam com a eletricidade gerada pela potência do sistema de baterias, colaborando para a redução do consumo.

O motor elétrico de 650 volts que equipa o Prius é dotado de corrente elétrica alternada trifásica e funciona em sincronia com o motor a combustão, para potencializar o desempenho em altas velocidades e impulsionar as rodas quando o veículo estiver funcionando exclusivamente no modo elétrico. O Prius que chegará ao Brasil terá potência máxima combinada (motores a combustão e elétrico funcionando juntos) de 138 cv.

Durante a frenagem regenerativa, o motor elétrico trabalha como gerador de energia de grande capacidade, transformando parte da energia cinética, que se perde nos veículos tradicionais, em energia para o carregamento da bateria do sistema híbrido, que abastece o motor elétrico. Nos EUA o Prius que deve vir ao Brasil custa US$ 32 mil (R$ 64 mil), mas há versões de gerações anteriores à venda a partir de US$ 18.950 (R$ 37.900).

Daniel Castellano/ Gazeta do Povo