enkontra.com
Fechar busca

Automóveis

Gol Total Flex funciona com álcool ou gasolina

  • Por Redação O Estado Do Paraná
Sistema Total Flex permite
consumidor escolher combustível.

A Volkswagen sai na frente e lançou na última segunda-feira (24 março), o Gol Total Flex, primeiro modelo nacional a utilizar a tecnologia que possibilita o uso de dois combustíveis – seu motor funciona com álcool e/ou gasolina, garantindo flexibilidade de escolha e mais economia para o consumidor.

Durante as comemorações dos 50 anos da VW no Brasil, o Gol Total Flex número 1 foi apresentado ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que precisamente às 11h23 acionou a chave de ignição do carro, fazendo seu motor funcionar sob aplausos dos funcionários da Volkswagen. O carro foi doado ao programa Fome Zero.

Para o consumidor, o funcionamento do Gol Total Flex é bem simples. O motor trabalha com álcool, gasolina ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção dentro de um único tanque. Por trás dessa simplicidade aparente está um poderoso programa de computador, o SFS – Software Flexfuel Sensor – que identifica e quantifica a mistura entre álcool e gasolina no tanque, usando informações recebidas de sensores que já existem em todo o sistema de injeção de combustível, entre eles, os de temperatura, velocidade, rotação, e a sonda lambda, localizada no escapamento. Com isso, a ECU – Unidade de Comando Eletrônico – adapta o funcionamento do motor ao combustível, mantendo a performance do veículo.

O Gol Total Flex que está sendo lançado é um modelo Power equipado com motor AP 1.6, que apresenta uma potência que varia de 97 cv (gasolina) a 99 cv (álcool), dependendo do combustível utilizado. A taxa de compressão utilizada foi a mesma do motor a gasolina: 10:1. As diferenças de desempenho e dirigibilidade do carro com 100% de álcool ou 100% de gasolina são mínimas. O sistema Total Flex do Gol é fornecido pela Magneti Marelli.

A nova tecnologia deverá abrir novos mercados de exportações para a Volkswagen e para o Gol em particular, principalmente por países como China, Índia e Austrália, que já demonstram interesse no álcool como combustível.

Por conta do acréscimo tecnológico que permite ao motor usar os dois combustíveis em qualquer proporção, o Gol Total Flex custará cerca de R$ 950,00 a mais do que a versão a gasolina.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas