Em um jogo terrível, pra falar pouco, o Atlético perdeu para o Paysandu, por 2 a 1, em Belém, nesta noite.

Claro que o Atlético entrou em campo todo remendado, devido aos desfalques, e mesmo assim conseguiu marcar, logo aos 11 minutos, com Schumaker que recebeu uma bola na pequena área, driblou o goleiro e meteu pra dentro.

Nem deu tempo de comemorar e, cinco minutos depois, numa bola cruzada da esquerda, o zagueiro João Carlos subiu na pequena área e cabeceou rasteiro no canto de Diego. Depois do empate, o jogo caiu muito tecnicamente, com os dois times sem criatividade e com várias faltas de ambos os lados.

No segundo tempo, o Atlético voltou melhor e Fabrício tentava organizar as ações no meio-campo. Porém, passado a empolgação inicial, o Furação voltou a errar passes e o Paysandu aos poucos foi pressionando até que, numa jogada de Luiz Augusto pela direita, Robson recebeu na área, fez a parede, e rolou para o chute forte de Vânderson no canto esquerdo de Diego que nada pode fazer. Era a virada do Paysandu.

Daí para frente pouco se viu, pois o Paysandu não queria mais jogo e o Atlético era inoperante no ataque. No final, o Atlético ainda teve o atacante Lima expulso, terminando o jogo com 10 em campo. O Paysandu além de quebrar um jejum de nunca ter vencido o Atlético em disputas do Brasileiro, ainda consegue a primeira vitória depois de 10 partidas no atual certame.

Esta foi a segunda derrota consecutiva do Atlético no campeonato que, na próxima rodada, enfrenta o São Paulo, na Arena da Baixada.