O Departamento de Arquivo Público do Paraná (Deap) firmou um convênio com o Ministério da Cultura da Espanha que vai permitir investimentos na descrição e na digitalização de parte do acervo da instituição paranaense. Os trabalhos começam a ser feitos já partir da próxima segunda-feira.

Pelo acordo, com validade de quatro meses, o Arquivo Público do Paraná receberá 5 mil euros do governo espanhol. Não é exigida nenhuma contrapartida financeira, apenas uma rigorosa prestação de contas, explica a coordenadora da Divisão de Pesquisa, História e Publicação do Deap, Tatiana Marchette. ?Teremos que fazer relatórios sistemáticos para serem enviados à Espanha.?

O convênio com a Espanha faz parte do Programa de Apoio ao Desenvolvimento de Arquivos Íbero-Americanos, do Ministério da Cultura daquele país. O Arquivo Nacional do Brasil recebeu informações do programa e repassou às instituições estaduais, que ficaram responsáveis por encaminhar um projeto, caso tivessem interesse.

Foi o que fez o Arquivo Público paranaense. ?Esse suporte financeiro da Espanha vai ser muito importante, um impulso para o processo de modernização [do Deap]. Agora, é começar e se dedicar aos trabalhos?, diz Tatiana.

O que será feito

O projeto elaborado pelo Deap prevê a descrição e a digitalização de quase 7 mil documentos, compilados hoje em 23 volumes. São atos oficiais do Estado entre 1853 e 1854, ou seja, do primeiro ano de independência do Paraná, que antes pertencia à então Província de São Paulo.

A descrição consiste na leitura de documento por documento, para a criação de uma espécie de ?ficha de identidade? de cada papel. Com as descrições dos documentos em fichas, torna-se possível a reorganização do acervo em metodologias que permitam o acesso de maneira mais fácil.

Democratização do acesso

Atualmente, conta a coordenadora Tatiana Marchette, os documentos do primeiro ano de existência da Província do Paraná estão em volumes que não separam atos do chefe da polícia da época dos atos de outras áreas, por exemplo. Com a descrição, isso poderá ser feito.

Já a digitalização vai transformar as informações do mesmo acervo em meios virtuais (cds, internet…). ?Estamos, com essas mudanças, atingindo nosso objetivo que é o de propiciar o acesso ao nosso acervo a um maior número possível de pessoas?, afirma a coordenadora do Deap. O Arquivo Público do Paraná é vinculado à Secretaria de Estado da Administração e da Previdência (Seap).