Em ato público na praça central do município de Congonhinhas, no Norte Pioneiro, 200 famílias de agricultores comemoraram na tarde de sexta-feira (16) a compra de 745 hectares pelo Programa Nacional de Crédito Fundiário do Ministério do Desenvolvimento Agrário.

A solenidade pública contou com as presenças do vice-governador e secretário da Agricultura e do Abastecimento Orlando Pessuti, do diretor do programa Danilo Prado Garcia, prefeito Luciano Merhy, deputados federais Dr. Rosinha e Assis Miguel do Campo, deputado estadual Hermes da Fonseca, beneficiários e técnicos das entidades governamentais que atuaram na viabilidade do assentamento local, considerado o maior do Paraná.

Localizada a quatro quilômetros da sede do município, a fazenda Congonhinhas, dos irmãos Orivaldo e Vivaldo Montoan, foi parcelada em 200 lotes, adquirida com financiamento da linha Consolidação da Agricultura Familiar, cabendo a cada família o valor de R$ 39.944,50.

O processo de seleção dos beneficiários, iniciado no começo deste ano, foi conduzido pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento, baseado nas orientações do projeto dadas pela Unidade Técnica Estadual do Crédito Fundiário, Secretaria do Reordenamento Agrário, Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep) e Câmara Técnica do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar.

Caberá ao Governo do Paraná e Prefeitura Municipal a execução da ocupação da área com projetos e programas de atendimento a infra-estrutura, como casas, água potável, energia elétrica e estradas de acesso aos lotes.

Para garantir renda familiar, a orientação técnica agronômica contemplou como atividade produtiva para as famílias assentadas, a produção de café no sistema adensado, produção de casulos verdes pela criação do bicho-da-seda em galpões e cultivo de amoreira, numa integração com a empresa Fujimura do Brasil e o cultivo do alho, visto que Congonhinhas é reconhecido como pólo regional desta atividade.

Como parte determinante da organização deste mais novo e maior assentamento do programa financiado pelo crédito fundiário no Paraná, que vêm contribuir para o desenvolvimento de aproximadamente mil pessoas beneficiadas diretamente, 10% da população local que é de 9.000 habitantes, a Emater ministrou de 13 a 16 de dezembro para 20 membros comunitários, inclusive participantes do assentamento, o curso de Formação de Agentes para o Trabalho com Grupo Beneficiários do Crédito Fundiário.

Para Jair Aparecido da Silva, 45 anos e pai de três filhas adultas, do lote 179, ?esse programa realiza a vida de quem tem vocação na lida da terra, quer produzir e não tem como comprar seu chão?. Na solenidade, representando os demais beneficiários, fez a entrega simbólica de uma embalagem de vime contendo um pedaço de papel ao vice-governador Orlando Pessuti denominando-o de Cesto dos Sonhos, causando emoção e sendo aplaudido por 500 populares presentes.