O ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, enviou mensagem ao atleta Vanderlei Cordeiro de Lima, elogiando sua atuação e manifestando solidariedade. Em nota divulgada hoje, o Ministério informa ter pedido que o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) adotasse providências firmes em relação ao incidente envolvendo o maratonista na última prova dos Jogos Olímpicos, ontem, em Atenas (Grécia).

É a seguinte a íntegra da nota divulgada pelo Ministério do Esporte:

“Logo após o incidente envolvendo o atleta brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima, ontem, o Ministério do Esporte adotou uma série de providências, a saber:

1. O ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, telefonou imediatamente ao presidente da Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Artur Nuzman, pedindo providências firmes da entidade e manifestando integral apoio às ações que fossem adotadas;

2. O ministro considerou pouco enérgicas e ineficazes as decisões da organização das Olimpíadas em relação ao caso, já que estão longe de reparar os danos causados ao maratonista brasileiro. Vanderlei era sem sombra de dúvidas o vencedor da maratona quando agarrado em plena pista, por falta de segurança;

3. O ministro enviou mensagem ao atleta Vanderlei Cordeiro de Lima, elogiando sua atuação e manifestando solidariedade e apoio para que o dano seja reparado; e

4.O Ministério do Esporte solicitou, ainda, o empenho do Ministério das Relações Exteriores no sentido de reforçar as ações brasileiras junto ao governo grego e a entes internacionais envolvidos na questão.”