Para onde vão os deuses quando morrem?
Este é o tema da edição especial “Liga
da Justiça: Escada para o Céu”,
estrelada pelos principais super-heróis
do Universo DC.

As novidades do novo ano prometem. Pelo menos no mundo dos quadrinhos, 2003 deverá ser de muita ação. É o que estão anunciando a Panini Comics e a Mythos Editora, parceiras na atual caminhada dos super-heróis em terras brasileiras.

Há pouco mais de um ano, a Mythos era apenas um modesto selo paulistano, nascido do idealismo de Dorival Vitor Lopes e Helcio de Carvalho, dois malucos por gibis, com passagem pela Editora Abril e uma vitoriosa temporada de prestação de serviços terceirizados de tradução, montagem e edição de comics americanos para editoras nacionais. Depois, passou a fazer um apreciável trabalho com títulos alternativos e assumiu a linha de publicações da italiana Bonelli Editores, responsável pelos consagrados títulos Tex e Ken Parker.

Em fins de 2001, quando a Panini Brasil, detentora dos direitos sobre os heróis do Universo Marvel, tirou os personagens da Abril, formou uma parceria com a Mythos, entregando-lhe a produção editorial. Três meses depois, quando os superpoderosos do Universo DC foram dispensados pela mesma Abril, quem os adotou no Brasil? A dupla Panini-Mythos, claro. Hoje, as duas são donas do mercado. E, por enquanto, o leitor não tem do que reclamar. O motivo está na qualidade das edições e na seleção do material em circulação.

Especiais e minisséries

Para este ano, as grandes atrações deverão ser as edições especiais e as minisséries estreladas pelos super-heróis DC. As primeiras, lançadas no apagar das luzes de 2002, já estão nas bancas. Uma delas, Arqueiro Verde, de Kevin Smith, mostra o retorno do herói, dado como morto desde meados dos anos 90. A série de cinco edições quinzenais de 48 páginas revela o que realmente aconteceu quando uma bomba explodiu no avião de Oliver Queen. Escrita por Smith, que, além de roteirista, é escritor e diretor de filmes como O Balconista, Dogma e, mais recentemente, O Império do Besteirol Contra-Ataca, a história tem participações especiais de Batman, Canário Verde, Arsenal e Connor Hawke, o filho que o Arqueiro mal conheceu. O esboço é de Phil Hester, a arte-final de Ande Parks e as capas de Matt Wagner.

Outra novidade é Liga da Justiça: Escada para o Céu, edição especial, ainda nos jornaleiros, considerada uma das maiores aventuras do supergrupo formado por Superman, Mulher-Maravilha, Batman, o marciano Ajax, Aquaman, Lanterna Verde e Flash. Na trama, uma raça antiquíssima de alienígenas viaja pelo espaço capturando planetas com o propósito de pesquisar os conceitos e crenças na vida pós-morte. São 76 páginas, em formato de luxo, com argumento assinado por Mark Waid e arte e capa de Bryan Hitch e Paul Neary.

Nos próximos dias, dois novos lançamentos serão oferecidos aos leitores: Batman: Vitória Sombria e Mulher-Maravilha: Hiketeia.

Vitória Sombria é uma minissérie quinzenal de sete edições que dá continuidade a Batman: O Longo Dia das Bruxas. Foi uma das vencedoras do prêmio Eisner de 2001 e traz de volta vilões do quilate de Hera Venenosa, Coringa e Senhor Frio.

A grande atração, no entanto, deverá ser Mulher-Maravilha: Hiketeia, edição especial com 100 páginas. Nela a famosa heroína enfrenta o Homem-Morcego, seu aliado na Liga da Justiça, enquanto cumpre um antigo ritual há muito esquecido. Uma edição imperdível, com roteiro de Greg Rucka e arte, deslumbrante, de J. G. Jones.

Novidades Marvel

No Universo Marvel, a principal notícia é a publicação de dois novos títulos de linha em 2003, ambos em formato econômico: Hulk & Demolidor e Justiceiro & Elektra. Com isso, deixa de circular a revista Paladinos Marvel, cancelada na edição de n.º 13.

Ainda em fevereiro deverá chegar às bancas X-Men Wide-screen, com as edições anuais de New X-Men e Uncanny X-Men. Estrelados pelos heróis mutantes, são anunciadas também as minisséries X-Mex Ícones: Noturno e Wolverine: Netsuke. Em seguida, virão Deadpool e Homem-Aranha & Gata Negra.

No mais, em série limitada de três edições, sairá, finalmente, The Call of Duty: The Bro-therhood, trazendo histórias com os oficiais do Corpo de Bombeiros de Nova York. O projeto foi inspirado nos esboços feitos por aqueles profissionais durante os atentados de 11 de setembro de 2001.