O ex-Beatle Ringo Starr não pretende se reunir com o ex-companheiro Paul McCartney durante o mega-show de junho em Liverpool, que fará parte dos eventos da capital européia da cultura de 2008. O músico, hoje com 67 anos, acaba de lançar seu trabalho solo, o disco "Liverpool 8". "Há alguns dias, disse que as possibilidades eram meio a meio, e os jornais deram por certa a nossa reunião. Dessa vez, eu digo que não; até porque, provavelmente, estarei em turnê pela América", explicou o ex-baterista dos Beatles, em entrevista ao jornal televisivo italiano Tg1.

Ringo conta que sua experiência com o grupo inglês foi incrível, a "maior experiência que quatro pessoas possam já ter vivido". "Daquele período, sinto falta de coisas como a amizade, o fato de tocarmos juntos. (…) Depois, cada um tomou seu caminho. Nos anos 60, a música era extraordinária, todos os garotos queriam ser músicos. Éramos a primeira geração que se negava a participar do exército e pegar em armas".