Morreu no final da tarde desta quarta-feira (23), no Recife, o escritor paraibano Ariano Suassuna. Ele tinha 87 anos e sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) do tipo hemorrágico na noite de segunda-feira (21).

Suassuna tinha passado por uma cirurgia no dia 21 e passado bem. Porém, na noite de ontem (22), o quadro de saúde do escritor se agravou, por conta de queda da pressão arterial e pressão intracraniana muito elevada, segundo informou o boletim médico.

O escritor deixa grandes obras da literatura brasileira, como “Romance d’A Pedra do Reino e o príncipe do sangue do vai-e-volta” (o qual ele considerava o seu melhor trabalho) e o Auto da Compadecida, seu trabalho mais famoso.

Paraná Online no Google Plus

Paraná Online no Facebook