Roda, tecnologia e velocidade. Esses foram os principais ingredientes para dar forma ao desfile que a Gaviões da Fiel apresenta na noite deste sábado (21) no Anhembi, no segundo dia do carnaval paulistano. A escola da torcida corintiana, segundo o carnavalesco Zilkson Reis, quer levar à avenida diversas formas de se olhar essa grande invenção humana. “São evoluções incalculáveis. A partir da roda, criamos engrenagens, máquinas, transporte. Em cima de uma, duas, três ou quatro rodas, teremos delírios, diversão, ousadia, liberdade”, diz. Para falar de velocidade, a Fórmula 1 e o piloto Ayrton Senna têm espaço garantido no desfile. “Vamos transformar o Anhembi num grande autódromo”, afirma Reis.

O esporte é um dos assuntos tratados no desfile. “Nesse mundo fantástico da Fórmula 1 é onde o ser humano consegue maior velocidade sobre rodas”, explica o carnavalesco. E a homenagem ao maior piloto brasileiro tem sentido especial para a escola. “O Senna é um ídolo, é um espelho para todo mundo. E principalmente por ser corintiano a homenagem é tão bonita, vai ser feita de uma forma bem ‘celestial'”, conta o carnavalesco. “Ele está lá em cima, torcendo por nós”.

Da evolução das máquinas e das engrenagens até a sensação de liberdade proporcionada pelos meios de locomoção, o enredo passa também pela questão da acessibilidade a pessoas com restrição de mobilidade. “A roda ajuda deficientes que não podem andar com as pernas a desbravar o desconhecido. Por isso enfatizo a parte social, da roda que dá asas”, explica Reis.

Sobre o visual da Gaviões, o carnavalesco acredita que haverá muita surpresa. “O projeto é muito ousado. Estamos trabalhando uma nova roupagem, com uma plástica diferente, com muito efeito e movimento”. A principal novidade deve ficar no terceiro setor, que terá “um tipo de efeito mecânico inovador dentro do carnaval”, conta Reis. Como funcionará o mecanismo é informação que ele guarda “a sete chaves”. “Mas é totalmente diferente dos outros carnavais da Gaviões”, afirma.

A torcida corintiana foi fundada no Bom Retiro, centro da cidade, em 1969, e começou a participar do carnaval em 1975. Já conquistou quatro títulos no Grupo Especial do carnaval de SP (em 1995, 1999, 2002 e 2003) e ficou em 11º lugar no ano passado. Este ano, o intérprete que puxa o samba para animar as 24 alas e os cinco carros da escola é Ernesto Teixeira. Entre as quatro mil pessoas que compõem o desfile estão a apresentadora Sabrina Sato, que sai como destaque da escola, e a ex-BBB Jaqueline Khury, como destaque de carro. A bateria, com a rainha Tatiane Minerato e a madrinha Lívia Andrade, terá a participação, entre os 240 ritmistas, do músico Japinha, da banda CPM 22. A agremiação será a quinta a entrar na avenida esta noite, às 2h10. Confira o samba-enredo da Gaviões da Fiel, composto por Fabinho do Cavaco, João 10, Moraes e Juninho Mascarenhas:

“O Sonho Comanda a Vida, Quando o Homem Sonha o Mundo Avança. A Fantástica Velocidade da Roda para a Evolução Humana. É Pura Adrenalina!”

Roda… Sublime criação

Embalou os sonhos da humanidade

Arquitetando a divina inspiração

Avançar no tempo…

Ao soprar do vento, a evolução

Vem meu amor entra em cena

Nos moinhos da vida, se entregue à paixão

Quero delirar, voar nas asas dos Gaviões.

Em cada mente uma nova invenção, Maquinas!

Neste palco de ilusões.

Lá vem a Maria Fumaça

Trazendo a massa Alvinegra Nação

Trilhando progresso, construindo o sucesso

Bem-vindos a nossa estação!

E assim… Em manobras radicais

Vou curtindo a liberdade

De braços dados com a emoção

É lindo, faz pulsar o coração

Quando chega o domingo na tela da televisão

“De volta em volta” adrenalina… Explosão!

Entre tantas constelações, uma estrela lá no céu!

Ao lado de São Jorge padroeiro

Ayrton Senna da fiel

Meu sangue é gavião ô ô ô

Sou o herói guerreiro

Vou na velocidade

Conquistando o mundo inteiro