Ela já tem 40 anos de carreira e já viu de tudo durante todo esse tempo. Maria Odete Miranda, ou simplesmente Gretchen, passou a trazer audiência por causa de sua irreverência e por ter se tornado “a rainha da internet” por conta dos memes. Durante passagem por Curitiba, no último sábado (11), na festa de comemoração do Disk-Ingressos e da banda Denorex 80, ela era sem dúvida a atração mais esperada da noite. Em entrevista à Tribuna do Paraná, a cantora e dançarina disse que tem colhido os frutos do que plantou no passado e “o que vier é lucro”.

Foto: Lucas Sarzi.
Gretchen dividiu o palco com os jovens do grupo de dança curitibano SASHA’S. Foto: Lucas Sarzi.

Depois que participou do programa A Fazenda, da Record TV, e de uma versão de um clipe da cantora Katy Perry, o nome de Gretchen passou estar sempre em alta na internet. O mais interessante é que a cantora começou a ser adorada pelos adolescentes, gente que antes sequer sabia da existência dela. “Eu amo, é o publico mais gostoso que tem de trabalhar, porque são espontâneos, verdadeiros nas emoções, da forma que demonstram o carinho por mim, adoro”, disse ela antes de subir ao palco da Live Curitiba e dançar ao lado dos jovens do grupo de dança curitibano SASHA’S.

A atração da noite era a banda Denorex 80, que já tem 15 anos de história e que faz sucesso na noite curitibana com os hits que marcaram os anos 80, época em que Gretchen também explodia e bombava na TV. Quando foi chamada ao palco, a ‘rainha do bumbum’ trouxe uma versão de Swish Swish (de Katy Perry) que a coloca também como a ‘rainha da internet’.

Paraná no coração

No começo do ano, a Tribuna do Paraná descobriu uma foto antiga, de 1996, quando Gretchen foi musa do Rio Branco, time de futebol de Paranaguá, no litoral do Paraná. Durante a entrevista, a ‘rainha do bumbum’ lembrou ao ver a foto e deu risada. “Claro que eu lembro, não foram muitas fotos dessas que eu fiz”, brincou ela, dizendo que sempre foi muito bem recebida no Estado como um todo. “Sempre tive muito carinho dos paranaenses, não só aqui na parte Sul, mas também na parte Norte, Londrina, Maringá, Paranavaí, Apucarana, Arapongas, em todos estes lugares eu já trabalhei. Gosto muito do Paraná e só tenho a agradecer por esse carinho que recebo por aqui. Só digo muito obrigada”.

Gretchen e Anitta?

Foto: Lucas Sarzi.
Foto: Lucas Sarzi.

Fazendo algumas versões próprias de músicas já conhecidas, até mesmo o hit Havana (de Camila Cabello), Gretchen disse que são várias as artistas que têm feito sucesso atualmente e que poderiam ser consideradas “as novas Gretchens”, mas avalia que não chega nem perto do que o pessoal novo tem feito atualmente, citando Anitta. “Quando estourei, fazia sucesso, tinha ditadura e não podíamos fazer nem metade das coisas que hoje a gente pode fazer”, explicou.

Para Gretchen, as comparações são inevitáveis, mas o tempo de Anitta é outro e ela tem feito com excelência o seu trabalho. “Ela chegou num tempo moderno, onde tudo é possível para a mulher e ela está se mostrando uma excelente cantora, profissional e uma excelente empresária. A gente tem mais é que valorizar, render homenagens e realmente entender o quanto é importante a presença dela para esse país”.

Quando questionada se teria vontade de fazer alguma parceria com a própria Anitta ou com qualquer outro artista da atualidade, Gretchen foi humilde e disse estar aproveitando o momento. “Com a idade que eu estou, tudo que vier é lucro. Estou num momento que não estou mais fazendo coisas para estourar na carreira, só colho os frutos do que já plantei. Tudo o que vem é legal, se tiver parceria ok, mas se não tiver, ok também. Nesse momento, tudo é legal”, avaliou.

Vem coisa nova!

Ao fim da entrevista, Gretchen disse, com exclusividade, que está preparando algo novo para lançar. Sem entrar em muitos detalhes, ela adiantou uma pista. “Só posso dizer que é uma composição de uma cantora muito famosa carioca, mas muito famosa mesmo. E vem clipe novo, em outubro, algo que ninguém fez e que os próprios artistas estão impressionados com o roteiro. Aguardem”. Veja a entrevista completa:

O dia em que Gretchen vestiu a camisa do Rio Branco