Antiga proprietária da marca Playboy no Brasil, a Editora Abril terá que indenizar a atriz Isis Valverde por causa da publicação de uma foto da atriz, sem autorização dela, na edição de abril de 2007 da revista, de acordo com decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), publicada na última terça-feira (20).

O valor inicial da indenização era de R$ 40 mil, mas, atualizado para os dias de hoje, deve chegar a R$ 118 mil, mas será recalculado de verdade quando a sentença for executada. Na ação, os advogados de Isis afirmam que a atriz foi vítima de danos materiais devido à publicação de uma foto dela com os seios descobertos, tirada durante as gravações da novela Paraíso Tropical, na qual ela interpretava a prostituta Telma, com os dizeres: “Isis Valverde, no Rio, dá adeusinho e deixa escapar o cartão de boas-vindas”. A Editora Abril ainda pode recorrer.