Pressionado pelas derrotas nos dois primeiros jogos da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa, o Arsenal terá pela frente um adversário complicado para buscar a reabilitação. Afinal, o time vai enfrentar o poderoso Bayern de Munique, que venceu nas duas rodadas iniciais do Grupo F e está com 100% de aproveitamento no Campeonato Alemão. O técnico Arsène Wenger, porém, se apoia no passado para garantir que é possível vencer o adversário nesta terça-feira em Londres.

“Nós jogamos com grandes equipas do Bayern antes, certamente tão boas quanto a equipe que vai jogar amanhã, e vencemos. O time que levou a tríplice coroa (na temporada 2012/13), por exemplo. Nós tivemos bons resultados contra eles”, afirmou.

Após ser batido pelo Olympiacos por 3 a 2, em casa, o Arsenal conseguiu duas vitórias no Campeonato Inglês, ambas por 3 a 0, diante do rival Manchester United e do Watford. Os resultados aumentaram a confiança do treinador, que também admitiu que uma certa soberba pode ter atrapalhando o desempenho do time nos primeiros compromissos na fase de grupos da Liga dos Campeões.

“Temos convicção e confiança que estamos fazendo algo certo. Nós podemos não ter encarado os dois primeiros jogos no nível certo, ou não ter levado os adversários suficientemente a sério”, comentou.

Nesta terça, o Arsenal deve entrar em campo com a seguinte formação: Cech; Monreal, Mertesacker, Koscielny e Bellerín; Coquelin, Cazorla, Ramsey, Özil e Sánchez; Walcott.