A Inglaterra teve problemas dentro e fora de campo nesta quarta-feira, no último dia de treinamentos no Rio antes da viagem a Manaus, onde no sábado encara a Itália pela primeira rodada do Grupo D da Copa do Mundo. A delegação inglesa enfrentou trânsito intenso no deslocamento até o Forte da Urca, na zona sul, onde está seu centro de treinamentos, e o técnico Roy Hodgson não pôde contar com o meia Chamberlain e o atacante Welbeck.

Chamberlain se recupera de uma lesão no joelho, e sua participação na partida de estreia já está descartada. Já Welbeck sentiu lesão na coxa direita durante o treino fechado da última terça-feira. A dupla não apareceu para o treino da manhã desta quarta – apenas os primeiros 15 minutos foram abertos à imprensa.

Marcada para iniciar às 11 horas, a atividade começou com 20 minutos de atraso. A delegação inglesa enfrentou engarrafamento no deslocamento entre o hotel onde está hospedada, em São Conrado, até o centro de treinamentos. O motivo foi um protesto de taxistas que deixou o trânsito caótico pela manhã em Copacabana. O time inglês só conseguiu prosseguir seu deslocamento quando batedores de polícia que fazem a escolta do ônibus fecharam uma das vias da orla.