Apesar da fragilidade do adversário, os atletas da seleção brasileira consideraram a vitória sobre o Catar por 2 a 0, nesta quarta-feira, como um bom início de preparação para a Copa América. O jogo foi disputado no estádio Mané Garrincha, em Brasília, a nove dias da competição a ser disputada em solo nacional.

“A equipe apresentou bom futebol. Procuramos manter a bola no chão. O adversário dificultou um pouco. A equipe jogou bem e criou oportunidades. Foi um bom início de preparação”, afirmou o goleiro Ederson, que foi pouco exigido no duelo. No último lance, o Catar desperdiçou uma cobrança de pênalti ao acertar a trave.

O meia Philippe Coutinho, um dos destaques da partida, considerou a vitória importante também do ponto de vista individual. “Fica um sentimento de felicidade. Não fiz uma boa temporada, foi abaixo do que eu esperava, do que muita gente esperava”, admitiu o jogador do Barcelona.

“Cheguei aqui com o intuito de evoluir e ter essa retomada de confiança. Só o trabalho que vai me dar a volta da confiança. Hoje, foi o primeiro jogo amistoso. Foi bom sair com a vitória. A sensação de a equipe ter jogado bem, pressionado e rendido bem nos dá essa felicidade”, declarou.

O Brasil foi superior ao Catar ao longo de todo o amistoso. Com marcação na saída de bola, o time abafou o início da armação das jogadas e criou diversas oportunidades de gol, principalmente com Daniel Alves e Coutinho na criação.

O atacante Richarlison, autor do primeiro gol da seleção brasileira, afirma a movimentação do ataque foi importante. “O time criou boas chances e mostrou movimentação. Foi uma atuação importante para começar bem o trabalho pensando na Copa América”, disse o atacante.

Após a vitória sobre o Catar, a delegação viaja na tarde desta quinta-feira para o Porto Alegre. Roberto Firmino e Alisson, campeões da Liga dos Campeões da Europa com o Liverpool no sábado passado, se apresentam na capital gaúcha e completam a lista de convocados.

No domingo, a equipe enfrenta Honduras, no último amistoso preparatório. O Brasil estreia na Copa América diante da Bolívia, no dia 14 de junho, no Morumbi. Em seguida, enfrenta a Venezuela, dia 18, em Salvador, e encerra sua participação na fase de grupos diante do Peru, no dia 22.