Na última partida da temporada, o Paraná Clube recebeu o Fortaleza na noite de hoje, na Vila Capanema, e empatou em 1 a 1. Com o resultado, o Tricolor fecha sua participação nesta Série B na 10.ª colocação, com 53 pontos somados.

O Paraná fechou sua participação no ano invicto há dez partidas. A partir de hoje, os jogadores entram em férias e devem retornar no início de janeiro. O Paraná estreia no campeonato Estadual no dia 16 de janeiro contra o Rio Branco, na Vila Capanema.

O Fortaleza, talvez por estar rebaixado, entrou mais solto em campo e foi melhor do que o Paraná no primeiro tempo. A equipe cearense foi para o intervalo vencendo por 1 a 0 de forma justa pelo que produziu na etapa inicial. Aos 4, Dedé cruzou na cabeça de Marcelo Faria, que testou no contrapé de Luís Carlos: a bola quase entrou.

O Paraná respondeu aos 8 minutos. Murilo fez cruzamento perfeito para Davi, que cabeceou no travessão. O Tricolor cearense continuava com mais posse de bola e chegou com perigo aos 27.

Marcelo Faria recebeu dentro da área e bateu no canto: Luís Carlos fez grande defesa. No fim da primeira etapa o gol do time visitante. Dedé cruzou, Luís Carlos espalmou nos pés de Nicácio, que não perdoou: 1 a 0.

Na volta para etapa complementar, Roberto Cavalo, que já havia sacado Davi, machucado, para entrada de Igor, tirou Adoniran e Márcio Goiano e colocou Rai e Adriano, respectivamente.

A bronca do treinador no intervalo deu certo e o Tricolor empatou a partida aos 5 minutos. Bruninho cobrou falta na cabeça de Toscano, que testou no ângulo, sem chances de defesa para Douglas.

Após levar o gol, o Fortaleza se fechou buscando os contra-ataques e o jogo caiu de produção. O Tricolor de Vila Capanema quase virou o jogo aos 30 minutos. Toscano recebeu bola longa, dividiu com o goleiro e sem ângulo tentou o chute, mas a bola foi para fora. Tricolor tentou a virada até o fim, mas não conseguiu. Final: Paraná 1, Fortaleza 1.

Resumo do Paraná na Segundona

O Tricolor viveu altos e baixos nesta Série B e pecou pela irregularidade. O 11 do Paraná demorou a ser definido e apenas após a contratação de Rafinha e o deslocamento de Toscano para o ataque é que o time melhorou.

Nesta Série B, em 38 jogos, o Tricolor conquistou 14 vitórias, 11 empates e 13 derrotas. Marcou 51 gols e levou 56. Um aproveitamento de 46%. Na Vila Capanema, o Paraná conquistou 32 pontos de 57 disputados, com 9 vitórias, 5 empates e 5 derrotas. Fora de casa, o Tricolor somou 21 pontos de 57 com 5 vitórias, 6 empates e oito derrotas.

Assim como muitos clubes o Paraná passa por problemas financeiros e busca com a ajuda de parceiros um financiamento para manter boa base do time de 2009 para temporada do ano que vem.

Além do bom trabalho de Roberto Cavalo a frente do Paraná Clube, os bons nomes do Tricolor nesta Série B são Zé Carlos, Davi, Rafinha, João Paulo e Marcelo Toscano, que com 10 gols marcados foi o artilheiro do Paraná na Segundona.

Com Roberto Cavalo no comando Paraná poderia ter voltado para elite

Roberto Cavalo chegou ao Tricolor para substituir Sérgio Soares, que pediu demissão para treinar o Santo André. Cavalo estreou contra o Juventude, no dia 15 de setembro, na Vila Capanema. O jogo terminou em 1 a 1.

Com Cavalo no comando, o Paraná conquistou 25 pontos em 15 jogos: um aproveitamento de quase 56%. Com essa média, o Tricolor estaria disputando uma vaga para Série A.

Para ter como base, o Atlético Goianiense, quarto colocado na tabela de classificação e que já está na primeira divisão de 2010, tem 58% de aproveitamento.