A Toyota negou nesta segunda-feira (27) que tenha a intenção de deixar a Fórmula 1 nos próximos anos, diante da campanha pela redução de custos na categoria. A montadora japonesa é uma das principais críticas à proposta da FIA de instituir um projeto padrão de motores.

“A Toyota está comprometida a conseguir bons resultados na Fórmula 1 em longo prazo e nosso objetivo é vencer – existimos para vencer, e estamos trabalhando para isso”, afirmou a equipe em um comunicado oficial.

Os japoneses criticam, no entanto, as medidas propostas para reduzir custos e aumentar a competitividade entre os carros. “Acreditamos que a Fórmula 1 deve continuar sendo um desafio tecnológico. Isso é um ponto importante para a Toyota e, caso não haja grandes mudanças, esperamos continuar na F-1 até pelo menos 2012″.”

No mesmo comunicado, a fabricante japonesa confirma o interesse em outras categorias do automobilismo, sobretudo as 24 Horas de Le Mans, mas reitera que isso não mudará seu projeto na Fórmula 1. “A Toyota nunca escondeu que estuda outras oportunidades, como por exemplo Le Mans. Mas ainda não há decisões tomadas sobre isso.”