Peterson Rosa defende a liderança do ranking.

Surfistas de 14 estados do país disputam a partir de amanhã a segunda etapa do SuperSurf 2003, que vai marcar a estréia do Rio Grande do Sul na divisão principal do Circuito Brasileiro de Surfe Profissional. Serão oitenta competidores disputando mais uma Saveiro Volkswagen e 60 mil reais em prêmios na categoria masculina, com outros 20 mil sendo oferecidos para as 24 atletas da equipe feminina.

A competição será realizada em Torres e a Prainha foi o local escolhido para receber o evento que terá como uma das atrações a presença do catarinense Neco Padaratz competindo como convidado.

Ele e Peterson Rosa (PR), Fábio Gouveia (PB), Victor Ribas (RJ) e Armando Daltro (BA), são os integrantes da elite mundial que vão prestigiar o SuperSurf de Torres. No ano passado, o Rio de Janeiro dominou a etapa de abertura do SuperSurf, com Marcelo Trekinho e Andréa Lopes sendo campeões na Praia de Maresias, em São Sebastião (SP).

Paraná na frente

O Paraná foi muito bem representado na primeira etapa do SuperSurf 2003. O tricampeão brasileiro Peterson Rosa faturou a primeira Saveiro Volkswagen da temporada e ampliou para nove o recorde de vitórias do Circuito Brasileiro Profissional. Mas, no seu caminho até o título, ele acabou tendo que passar pelo seu irmão Maicon nas quartas-de-final. Já Jihad Kohdr e o estreante Alessandro Puga perderam em suas estréias na competição, com o cabeça-de-chave Jihad terminando em 17.º lugar e Puga ficando na 49.ª colocação.