O barco Ericsson 4, beneficiado pelo conhecimento que seu capitão, o brasileiro Torben Grael, tem da região pela qual navega, conseguiu diminuir sua distância em relação ao líder da quinta etapa da Volvo Ocean Race, o Ericsson 3, do sueco Magnus Olsson.

Enquanto Olsson percorreu apenas 157 milhas (290 km) nas últimas 24 horas, Grael, nas últimas dez, diminuiu em 40 milhas a vantagem do primeiro colocado em relação ao seu barco.

Na manhã de ontem, 36.º dia da etapa, o Ericsson 3, sob ventos de 10 nós (18 km/h), continuava perdendo velocidade a cerca de 500 quilômetros de Porto Alegre. Porém, Grael e o Ericsson 4 também começaram a pegar rajadas fracas, o que deve aliviar a pressão sobre Olsson, pelo menos por enquanto.

Devido às mudanças no vento, o horário previsto ontem para a chegada do Ericsson 3 à linha de chegada, no Rio de Janeiro, foi atrasado em 12 horas. Agora a expectativa é que a competição termine na quarta-feira.