Aos 17 anos, Tiago Fernandes já está marcado na história do tênis brasileiro. O garoto é o primeiro atleta da modalidade no País a liderar o ranking juvenil, além de ser o único a ser campeão de um Grand Slam, o Aberto da Austrália, também na categoria juvenil.

Mas para 2011 o garoto prodígio traça outras metas e agora já mira o ciclo profissional do tênis na ATP. Sempre que aparece alguma promessa no tênis brasileiro, é inevitável as comparações com Gustavo Kuerten. Mas Tiago Fernandes demonstra toda sua personalidade e acredita que a pressão não irá atrapalhar seus planos nesse início de carreira profissional.

“É normal (a pressão). Tento levar para o lado bom. Isso é uma coisa boa minha. 2010 foi ótimo e fez com que eu aparecesse mais para o tênis. Tenho que estar feliz e fazer as coisas como sempre fiz. Existem outros jogadores novos com bastante potencial e o tênis brasileiro tem tudo para crescer nos próximos anos”, afirmou o garoto.

Em qualquer esporte o início de carreira é bem complicado, ainda mais quando se trata de um esporte individual, como é o caso do tênis. Fernandes explica que em relação aos patrocínios e incentivos as coisas estão melhorando e que muitos grandes tenistas aparecerão no Brasil nos próximos anos.

“Agora realmente melhorou bastante com o patrocínio e os projetos que estão aí. Sei que vai melhorar muito com a Olimpíada e com a Copa do Mundo, com o incentivo a todos os esportes. Existem muitos centros de treinamentos que estão investindo bastante e daqui a três, quatro anos vão aparecer grandes nomes no tênis brasileiro”, comentou Tiago.