O Cleveland Cavaliers parece mesmo ter perdido o rumo sem Anderson Varejão, desfalque para o restante temporada da NBA devido a uma lesão no tornozelo. Na noite desta terça-feira, a equipe foi massacrada em casa pelo Los Angeles Lakers, os atuais bicampeões da liga norte-americana de basquete: 112 a 57.

A vitória por diferença de 55 pontos foi a terceira maior do Lakers desde que a franquia mudou de Minneapolis para Los Angeles, em 1960. “Ninguém poderia imaginar que fosse acontecer algo assim”, disse Kobe Bryant. “Me pareceu vergonhoso”, admitiu o técnico do Cavaliers, Byron Scott, que como jogador teve duas passagens pelo Lakers.

A equipe do Oeste teve na força do conjunto para chegar à quinta vitória consecutiva. Três jogadores terminaram a partida com 13 pontos: Bryant, Paul Gasol e Shannon Brown. Ron Artest e Andrew Bynum, com 15 pontos cada, foram os cestinhas do Lakers. Pelo Cavs, que amargaram a 11ª derrota seguida, a melhor figura foi Alonzo Gee, com 12 pontos.

Donos da melhor campanha da liga, o San Antonio Spurs alcançou ao 32º triunfo em 38 jogos ao bater o Minnesota Timberwolves por 107 a 96. O destaque do time foi o argentino Manu Ginóbili, com 19 pontos e nove rebotes. O armador francês Tony Parker conseguiu um duplo-duplo – dois dígitos em dois fundamentos -, com 12 pontos e 13 assistências. Já o brasileiro Thiago Splitter passou em branco no minuto em que entrou em quadra.

Enquanto isso, Nenê Hilário anotou 11 pontos, quatro rebotes e uma assistência na vitória do Denver Nuggets por 132 a 98 sobre o Phoenix Suns. O ala-armador Carmelo Anthony, centro das atenções devido à iminência de sua contratação pelo New Jersey Nets, foi responsável por um duplo-duplo, com 28 pontos e 10 rebotes.

O New York Knicks segue carregado por Amare Stoudemire. A equipe chegou à 12ª vitória fora de casa ao bater o Portland Trail Blazers por 100 a 86, com direito a 23 pontos do pivô – ele anotou ao menos 20 pontos nos últimos 22 jogos. Raymond Felton também colaborou com 17 pontos e 14 assistências.

Com nada menos que 43 pontos de Nick Young, sua melhor marca como profissional, o Washington Wizards venceu o Sacramento Kings por 136 a 133, na prorrogação. A equipe da capital americana tomou um susto ao desperdiçar uma vantagem de seis pontos nos últimos 14 segundos do último período, que terminou empatado por 126 a 126, mas conseguiu o triunfo no tempo extra.

A partida entre Atlanta Hawks e Milwaukee Bucks, que também seria realizada nesta terça, foi adiada para o dia 15 de março devido à nevasca que atinge Atlanta.

Resultados de 11 de janeiro:

Atlanta Hawks x Milwaukee Bucks

Philadelphia 76ers 103 x 111 Indiana Pacers

Washington Wizards 136 x 133 Sacramento Kings

Minnesota Timberwolves 96 x 107 San Antonio Spurs

Denver Nuggets 132 x 98 Phoenix Suns

Portland Trail Blazers 86 x 100 New York Knicks

Los Angeles Lakers 112 x 57 Cleveland Cavaliers

Jogos de 12 de janeiro:

Charlotte Bobcats x Chicago Bulls

Indiana Pacers x Dallas Mavericks

Toronto Raptors x Atlanta Hawks

Boston Celtics x Sacramento Kings

Detroit Pistons x Memphis Grizzlies

Milwaukee Bucks x San Antonio Spurs

New Orleans Hornets x Orlando Magic

Houston Rockets x Oklahoma City Thunder

Phoenix Suns x New Jersey Nets

Utah Jazz x New York Knicks

Golden State Warriors x Los Angeles Lakers

Los Angeles Clippers x Miami Heat