A Associação Brasileira de Tchoukball, a Federação Paranaense de Tchoukball e o Centro Atlas de Excelência Tchoukball, com o apoio da Atlas Eletrodomésticos, estará organizando a partir do dia 28 deste mês, a segunda Taça Brasil de Tchoukball. O evento será realizado no Ginásio Dorival Lavarda – antigo Patão – em Pato Branco e contará com a participação de dez equipes, sendo quatro de Pato Branco e as demais de São Paulo, Curitiba e Aracaju. A primeira taça foi organizada no ano passado em Foz do Iguaçu, durante o Congresso Internacional de Educação Física.

Os difusores do tchoukball no sul do país liderados pelo empresário Cláudio Petrycoski são os professores de Educação Física, Luiz Mendes, Paulo Ferronatto e Satiro Bertol Júnior, falam que o esporte existe no Brasil há aproximadamente 18 anos. Eles dizem ainda que somente agora a modalidade está sendo difundida de forma mais expansiva, devido à realização de campeonatos e torneios. "Esses eventos são muito importantes para integrar os atletas que praticam o tchoukball e também para promover o esporte", comenta Paulo, lembrando que através desses campeonatos são escalados atletas para representarem a Seleção Brasileira de Tchoukball. Atualmente, existem campeonatos mundiais realizados em quadras cobertas (in door) e também na areia (beach), como o que acontecerá no mês de julho, na Genebra, Suíça, e o Brasil terá uma equipe participando.

Luiz, Paulo e Satiro salientam que esperam superar todas as expectativas e que estão sendo otimistas na organização do evento, que tem como base e proposta semelhante à da Taça São Paulo, quando a equipe de tchoukball pato-branquense ficou em quarto lugar. "Não conseguimos uma colocação melhor devido a certos detalhes, como a experiência, se comparado com os times paulistas", frisa Paulo.

Os difusores do esporte também revelam que estão com intenção de, com o apoio da Atlas Eletrodomésticos, formar clubes de tchoukball em Santa Catarina – onde já existe um, o São Domingos Tchoukball Clube – e no Rio Grande do Sul. No Paraná, já existem clubes formados e em breve será aprovada a constituição da Federação Paranaense de Tchoukball.

O presidente do Conselho de Administração da Atlas Eletrodomésticos, Cláudio Petrycoski enfatiza que apóia há anos o esporte por se tratar de uma competição que envolve estratégia, plasticidade e uma maneira diferente de se observar o esporte. "Fugimos da violência, tão presente nas práticas esportivas e o Tchoukball chegou a receber as maiores premiações internacionais por ter regras que permitem o acesso de pessoas das mais diversas idades, de ambos os sexos nas competições. Mesmo com pouco preparo físico é possível competir."