O turfe paranaense vive esta tarde uma grande jornada, especialmente porque com a realização da segunda prova da Tríplice Coroa, o Jockey Club prestará justa homenagem ao saudoso turfista Alô Ticoulat Guimarães, que quando senador trabalhou para aprovação da Lei do Turfe e, como seu presidente, trabalhou intensamente para a evolução da entidade turfística. Destacou-se ainda como criador, pois com Farid Surugi fundou o Haras Paraná, de onde saíram extraordinários corredores, inclusive Bastilha, que sagrou-se Tríplice Coroada Paranaense.

A corrida, porém, não está fácil para a pilotada de Nelito Cunha, figurando Rischia Tutto e Coronada Nova como as maiores rivais de Rafa Sureña, enquanto Hirson, Just Fantastic e Underground-City também podem figurar.

Entre as provas complementares figuram boas atrações, inclusive as quatro primeiras, reservadas para produtos de 2 anos, entre os quais oito que estão tentando a classificação para a Copa dos Criadores, também com a denominação de Copa Velocidade.

Uma reunião, portanto, com grandes atrações e, como o Jockey Club do Paraná já resolveu o problema da dívida com o Jockey Club de São Paulo, a reunião deverá ser realizada normalmente, com apostas através das agências daqui e paulista.

A reunião será iniciada às 16 horas, com encerramento previsto para as 20h50.

Anotações

1.º Páreo – A parelha Comandante/Xará/Bastão de Ouro,  deve confirmar seu favoritismo, figurando Space Oddity, que estreou com vitória. como maior rival da parelha, e nas posições imediatas Bucaneer e Sib Danzig, que completam o reduzido campo da PE Hermínio Brunatto.

2.º Páreo – Burj al Arab estréia muito cotado e pode confirmar seu provável favoritismo. Vamos indicá-lo como força, respeitando muito Tyrina Rambler, figurando como força imediata a parelha Udinezzi di Job/Uly di Josefine, enquanto Off Vigill também pode brigar pelas primeiras posições.

3.º Páreo – Nesta prova para produtos de dois anos, apenas Drenalina já correu, sem figurar bem. Vamos indicar Quick Honors, uma potranca de ótima raça, mas respeitando muito Tyrina Rambler, outra boa debutante, figurando Plaza Crystal como perigosa adversária.

4.º Páreo – Outra prova para animais da geração 2003. Big Spartan, que estreou com bom segundo, defenderá nosso voto, mas respeitamos muito Uracan  di Juma, que também debutou com bom segundo. A dupla é indicação mais segura, enquanto Gallego Guapo, Sib Lark e La Professoressa são as forças imediatas.

5.º Páreo – Esta corrida promete difícil decisão, sendo arriscado apontar qualquer dos sete competidores como força. Gostamos de Troika di Caroline, mas a dupla com a parelha Taquara Verde/Velde é indicação mais segura. Entre os demais, destacaremos Renitente como o mais perigoso.

6.º Páreo – Saga Sureña,  deve dar o segundo passo para a conquista da Tríplice Coroa, figurando a decisão da dupla mais equilibrada. Gostamos da 4/1 com Rischia Tutto, que pode ser ameaçada por Coronada Nova e Hirson.

7.º Páreo – Tésio de Dormello figura como favorito. Vamos indicá-lo como força, figurando Quiet Street e Éprimavera, esta bem credenciada pelo retrospecto, como boas indicações para a dupla. Num plano imediato Sweet Magesty e Noble Colony.

8.º Páreo – Abin Master, vindo de bom segundo, é o favorito, mas a corrida não será fácil para o pilotado de J.S.Cardoso. Além de Tim di Job, que vem de duas vitórias e sem surpresa pode vencer esta prova, destacamos Aicoaté, Fred Prospector e Alma Campeã, que também podem brigar pelas primeiras posições.

9.º Páreo – Esta prova, com a participação de bons animais, promete difícil decisão. Apesar de Pasta Vera ter merecido todos os votos da crônica, achamos que a corrida não será fácil para a defensora do Haras Cifra. Além de Patterson, nosso preferido para a dupla, também correrão com chance Never Love, Sereno Forte e Emporium.

10.º Páreo – Outra prova com campo numeroso, prometendo difícil decisão. A trinca Tigreza di Job/Tiroleza di Job/Toscana di Lucca ganha na prova de encerramento. Vicinal, porém, está muito cotado, podendo sem surpresa ameaçar a trinca favorita. Paccacio e Rizin não podem ser esquecidos.