O meia-atacante alemão Andre Schürrle foi decisivo ao marcar o gol que abriu caminho para a classificação da Alemanha no duelo das oitavas de final da Copa do Mundo, na última segunda-feira, contra a Argélia. Ele entrou já na prorrogação, marcou o primeiro da vitória por 2 a 1 e agora vive a expectativa de ganhar uma nova chance na seleção do técnico Joachim Löw, diante da França, nesta sexta, pelas quartas de final.

“Qualquer um adoraria participar de uma partida como essa”, afirmou Schürrle, em entrevista ao site da Fifa. “Minhas chances de começar a partida definitivamente não pioraram”, completou, dando a entender que ficou satisfeito com seu rendimento no tempo que esteve em campo.

Mesmo reforçando que já é “um sonho de infância estar jogando uma Copa do Mundo no Brasil”, o jovem meia-atacante do Chelsea não consegue esconder que tem muita vontade de estar em campo contra os franceses.

“Qualquer um gostaria de estar numa partida como esta”, avisou o jogador de 23 anos, acrescentando que a Alemanha precisa melhorar se quiser avançar no Mundial. “Contra a França, nós temos que jogar melhor. Temos que estar concentrados e entrar bem. Se conseguirmos isso, podemos vencê-los”, concluiu.

Embora acredite na vitória, o discurso de Schürrle segue a linha de cautela dominante nos elencos tanto de Alemanha quanto de França. Elogiando as qualidades francesas, ele prevê muito equilíbrio na partida desta sexta-feira, no Maracanã.

“A França tem jogadores com habilidades individuais fantásticas como Pogba, Benzema e Valbuena”, afirmou. “Eles têm muita qualidade e podem criar muitas situações de gols. Nós sabemos da força deles, mas também sabemos as nossas.”