Flávio Saretta vence com dificuldades.

Hamburgo – Com sofrimento e muitas dificuldades, Flávio Saretta estreou com vitória no Masters Series de Hamburgo ao precisar de dois tiebreakers e duas horas de jogo para superar o alemão Maximilian Abel, número 411 do ranking, com parciais de 7/6 (7/4) e 7/6 (7/3). Agora, o brasileiro – ainda está em busca de dois bons resultados seguidos num torneio desta categoria -espera pelo seu próximo adversário, que sairá do vencedor da partida entre o holandês Sjeng Schalken e o espanhol Oscar Hernandez.

Saretta vem sofrendo muito em seus jogos por causa da enorme dificuldade em confirmar seu saque. Seu aproveitamento de primeiro serviço tem sido péssimo, com índice abaixo dos 50%. Por isso, joga bem na hora de quebrar o saque do adversário, mas depois torna-se vulnerável para manter o seu. Ainda assim, conquistou uma vitória importante em um torneio de qualidade.

Como uma espécie de presente, Saretta recebeu a notícia pela manhã de que havia subido quatro posições no ranking mundial. Passa a ocupar agora o 55.º lugar, o que ainda o garante na chave principal das principais competições.

Queda de Guga

Para Gustavo Kuerten, a semana começou com queda de dois lugares na lista de entradas. Ocupa a 26.ª posição e embora não jogue esta semana deverá estar entre os 32 cabeças de chave do torneio de Roland Garros, que começa dia 24 em Paris.

Ainda na Espanha, Guga, depois de dez dias de tratamento, diz que chegou a metade de seu processo de recuperação. Sua fisioterapeuta Mariângela Lima, garantiu: “O Guga teve uma expressiva melhora na movimentação do quadril”.

Com mais duas semanas pela frente, Guga mantém vivas as esperanças de disputar o torneio de Roland Garros. Mas para entrar na competição em nível competitivo terá de treinar forte a partir da próxima semana.

Em Hamburgo, o alemão Tommy Haas nem precisou jogar muito para vencer na estréia. Depois de ter marcado 6/4 no norte-americano Vince Spadea, seu adversário abandonou a quadra por causa de uma lesão. Já o russo Marat Safin teve de usar todos seus bons recursos e uma boa dose de paciência para superar o francês Sebastien Grosjean por 7/6 8/6) e 7/5. Em outros jogos, Luiz Horna ganhou de Arnaud Clement por 6/2 e 6/3, e Guillermo Coria precisou de três sets para vencer o espanhol Nicolas Almagro por 3/6, 6/4 e 7/5.