O vice-presidente do Santos, Odílio Rodrigues, confirmou que o clube já recebeu o contrato para vender o goleiro Rafael ao Napoli e que as condições apresentadas atendem ao desejo santista. Assim, o negócio pode ser oficializado nas próximas horas. Tanto que o dirigente admitiu que o jogador deve ser desfalque já no clássico de domingo, contra o São Paulo, no Morumbi, pelo Brasileirão.

A venda de Rafael já está acertada verbalmente desde a semana passada. O Napoli deve pagar 5 milhões de euros (cerca de R$ 15 milhões) pelo goleiro de 23 anos. O Santos tem direito a 70% dos direitos do jogador, o que representa R$ 10 milhões, enquanto o restante é dividido em 15% para a TEISA (grupo de investidores formado por conselheiros santistas) e 15% para o próprio atleta.

“Recebemos uma minuta de contrato do Napoli pelo Rafael. E atende ao que o Santos deseja”, revelou Odílio Rodrigues, em entrevista coletiva nesta quinta-feira no CT Rei Pelé. O dirigente também contou que ainda irá conversar com o goleiro sobre a participação no clássico de domingo, mas deu a entender que ele dificilmente enfrentará o São Paulo – Aranha surge como novo titular.