Aos 38 anos, o meia Rivaldo vive situação diferente na carreira. Na reserva do São Paulo, o jogador luta para voltar a ser titular e reviver seu melhor futebol. E não esconde o desejo de atuar ao lado de Lucas, principal destaque da equipe na temporada.

“Cabe nós dois na equipe, mas isso vai depender do treinador. Será um prazer jogar ao lado do Lucas. É um jogador rápido, que dá para você fazer o um lançamento fácil. Vão ter algumas mudanças, mas vamos aguardar o Carpegiani”, declarou Rivaldo, nesta quarta-feira.

O veterano meia revelou a admiração que tem pelo jovem talento são-paulino. A atitude de Lucas, principalmente fora de campo, faz com que Rivaldo lembre se si próprio no início da carreira.

“A humildade dele impressiona. Com a fama, a cabeça do jogador pode mudar, mas ele não mudou. Tinha um pouco de Lucas no começo da minha carreira. Nunca me empolguei e tive os pés no chão. Sempre converso com ele e outros do elenco também”, afirmou.

Os dois jogadores podem atuar juntos neste domingo, diante do Oeste, pela última rodada do Campeonato Paulista. Com a classificação para a próxima fase já garantida, o técnico Paulo César Carpegiani deverá poupar alguns titulares, visando o confronto contra o Goiás, na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil. Como Lucas está suspenso para o duelo na competição nacional, após ser expulso contra o Santa Cruz, poderá estar em campo neste final de semana.