Mesmo diante de uma avaliação positiva em relatório divulgado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), a candidatura do Rio de Janeiro não pode ser considerada favorita à disputa pela sede da Olimpíada de 2016. A cidade concorre com Chicago (EUA), Madri (Espanha) e Tóquio (Japão).

O documento, formulado depois de visita de uma comissão da entidade às cidades, é meramente uma orientação, e não decisivo. Ele pode servir de ajuda aos indecisos, mas seu peso é relativo e os precedentes são claros neste sentido.

Na disputa pela sede da Olimpíada de 2012, Paris teve uma avaliação melhor que Londres, que terminou vencedora, assim como para os Jogos de Inverno de 2014 a sul-coreana Pyeongchang estava mais bem cotada que a selecionada, a russa Sochi.

A escolha definitiva da cidade-sede acontecerá no dia 2 de outubro na cidade de Copenhague, na Dinamarca.