O brasileiro Ricardo Mello foi confirmado nesta quarta-feira na chave principal de Roland Garros. Depois de cinco anos, o tenista número dois do País contou com a desistência de três atletas para voltar a disputar o Grand Slam francês.

Atual número 92 do mundo, Mello jogará em Roland Garros pela terceira vez – foi eliminado na primeira rodada em 2004 e 2005. O brasileiro não disputava um torneio Grand Slam desde 2006, quando competiu em Melbourne, no Aberto da Austrália.

“Estou muito feliz com a notícia. Desde 2006 que não disputo a chave principal de um torneio desse nível. Jogar um Grand Slam, ainda mais Roland Garros, é a concretização de um objetivo”, afirmou Mello. “Consegui cumprir o que planejei no início do ano. Estou entre os top 100 e vou jogar Paris”.

Empolgado com a notícia, Mello planeja chegar à Paris no dia 18, cinco dia antes do início da competição, para buscar adaptação. “Quero chegar antes para me adaptar bem e estar pronto para o primeiro jogo”, avisou.

O Brasil deve contar com pelo menos mais um tenista na chave principal de Roland Garros. Thomaz Bellucci, número 1 do País e 26 do mundo, deverá ser confirmado nos próximos dias como um dos cabeças-de-chave da competição.