Um dos destaques das temporadas 2012 e 2013 da Fórmula 1, quando conseguiu vencer provas pela Lotus, Kimi Raikkonen teve um ano para esquecer na Ferrari ao não conseguir sequer subir ao pódio em 2014 e terminou o Mundial de Pilotos apenas na 12ª colocação. O finlandês, porém, garantiu que não se surpreendeu com as dificuldades e prometeu que terá mais sucesso em 2015.

“Obviamente, com a nova equipe, eu esperava que fosse difícil por causa de como as coisas funcionam. Se o carro não combina com você, e tive situações semelhantes antes com a Ferrari, não é fácil de mudar as coisas quando certas coisas não estão boas para você”, disse.

Otimista, Raikkonen, que terá o alemão Sebastian Vettel como seu companheiro de equipe em 2015, aposta que a Ferrari voltará a ser protagonista na Fórmula 1. “Durante o ano, eles têm um plano claro de que precisamos melhorar para voltar onde a Ferrari deve estar. Sinto que todas as áreas vão fazer uma grande, grande melhoria”, afirmou.

Campeão mundial de 2007, Raikkonen lembrou que já teve outros anos ruins na Fórmula 1, mas depois conseguiu se recuperar. E o finlandês espera aproveitar as lições de 2014 para se recuperar no próximo campeonato da Fórmula 1.

“É uma pena que tivemos este tipo de ano, porque não foi bom para mim, a Ferrari ou os fãs de Ferrari, mas isso faz parte do jogo. Não é a primeira vez que eu tive dificuldades, você apenas tem que tirar o lado bom disso e se certificar de que isso não acontecerá no futuro”, comentou.