A promotora Joseane Suzart, do Ministério Público da Bahia (MPE) afirmou que vai incluir a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a Federação Baiana de Futebol (FBF), o Esporte Clube Bahia e o governo do Estado na ação civil pública que pede indenizações às famílias das sete vítimas da queda de parte da arquibancada do Estádio Otávio Mangabeira (Fonte Nova), no dia 25.

De acordo com Joseane, está demonstrado que todas as entidades relacionadas têm participação no acidente e, por isso, devem ser responsabilizadas. Joseane informa que, na próxima quarta-feira, a promotoria deve começar a ouvir os familiares das vítimas, com o objetivo de ter informações sobre a situação financeira das famílias e do comprometimento financeiro a que ficaram expostas com as mortes, para estipular o montante a ser requerido como indenização.