O presidente Odílio Rodriguez afirmou nesta terça-feira que está negociando o retorno de Robinho ao Santos, mas enfatizou que o acerto ainda não está fechado. De acordo com o dirigente, o atacante e o clube estão conversando sobre o salário do jogador, que ainda pertence ao Milan.

Odílio não deu detalhes sobre a negociação com o atleta, formado na própria base do Santos. Robinho, que voltaria ao clube por empréstimo de um ano, vem sendo apontado como reforço de diversos times nas últimas semanas, entre eles o Besiktas, da Turquia, e o Flamengo, que já descartou o eventual reforço.

A negociação entre Santos e Robinho vai de encontro às declarações recentes de Odílio. No fim de julho, ele descartou a contratação por causa do salário pedido pelo atacante. “Não há possibilidade. A dificuldade é que ele está num patamar salarial fora da realidade do futebol brasileiro. E por merecimento. O nível de ganho de Robinho está fora do alcance. Falo pelo Santos”, declarou o dirigente, no dia 21 de julho.

O clube, contudo, mudou de ideia e dei uma guinada na negociação com o jogador. Odílio não confirmou se Robinho reduziu o pedido salarial, que inicialmente era R$ 800 mil livres de impostos por mês – com eles, passaria de R$ 1 milhão.