As denúncias de combinações de resultados têm sido cada vez mais frequentes no futebol. Neste domingo, o novo escândalo, revelado pelo tabloide The Sun, é um cartão amarelo forçado na segunda divisão do Campeonato Inglês. A polícia e o Associação Inglesa de Futebol (FA) já investigam.

De acordo com o tabloide, o ex-jogador nigeriano Sam Sodje, do Portsmouth, recebeu 30 mil libras (cerca de R$ 114 mil) para receber um cartão amarelo durante partida da segunda divisão inglesa. O The Sun repassou as provas à polícia, que iniciou investigação.

Em poucas horas, o caso ganhou grande repercussão na Inglaterra. A Agência Nacional de Cribe (NCA, na sigla em inglês) logo afirmou que estava trabalhando com a FA e com a comissão de manipulação de jogos para investigar o caso.

Ao repórter do The Sun, Sodje, que se aposentou no início do ano, disse que recebeu 70 mil libras para ser expulso numa partida contra o Oldham Athletic, em fevereiro. O rival Jose Baxter também teria participado da simulação.