O clássico entre Coritiba e Paraná Clube, que aconteceu no último sábado (8), foi emocionante não só dentro de campo, com os times buscando a vitória, que acabou ficando com o Tricolor por 3×2, mas também pelo espetáculo popular e a atmosfera festiva que tomou conta das arquibancadas do Couto Pereira.

Ingressos promocionais, rivalidade regional e a vontade de que os times pudessem subir posições na Série B do Campeonato Brasileiro foram os elementos que resultaram em uma partida marcante para apaixonados pelo futebol, sobretudo aqueles que apostam no esporte ‘raiz’.

+ Leia também: Com gol e lágrimas, Jenison é personagem da virada do Tricolor

Um total de 37.636 pessoas estiveram presentes para prestigiar um momento visto por muitos como nostálgico. Paratiba no Couto com as arquibancadas cheias, literalmente estremecendo, remeteu à década de 1990, quando os times sabiam que se enfrentariam em alto nível dentro de campo, apoiados por seus torcedores.

Torcida do Coritiba fez bonita festa no Couto Pereira, com o Green Hell. Foto: Hedeson Alves
Torcida do Coritiba fez bonita festa no Couto Pereira, com o Green Hell. Foto: Hedeson Alves

Cumprindo mais uma vez seu papel, a torcida dos donos da casa provou que está fazendo bonito nesta Segundona. Em todos os jogos realizados no Couto pela competição, o público passou de 30 mil pessoas. Ações promocionais da diretoria, que reduziu o preço dos ingressos, e a vontade de ver o time novamente na Série A impulsionaram os coxas-brancas a transformarem o estádio em um ‘green hell’. O famoso espetáculo com fogos de artifícios na cor verde foi apresentado um pouco antes do início ao jogo para deixar claro de quem era o território.

+ Mais na Tribuna: Coxa admite erros no clássico e vê pressão aumentar

Do lado tricolor, quatro mil ingressos foram colocados à venda e se esgotaram. Em contraste ao verde que predominava no Alto da Glória, o espaço visitante se transformou no ‘mar branco’, que no grito foi um diferencial para empurrar o Paraná Clube para a vitória.

Torcida do Paraná também compareceu em peso e fez um 'mar branco' na casa do rival. Foto: Hedeson Alves
Torcida do Paraná também compareceu em peso e fez um ‘mar branco’ na casa do rival. Foto: Hedeson Alves

Dentro de campo, muitos componentes que comprovaram ser um verdadeiro clássico: gol de artilheiro da competição, gols desperdiçados de maneira incrível, defesas espetaculares dos goleiros, gol de atacante que estava há tempos sem balançar as redes, virada no placar e choro – de Jenison, ao marcar o terceiro do Tricolor.

+ Confira a classificação completa da Série B

O momento era de tensão, a vitória valia muito para os dois lados, mas, ainda assim, o jogo era uma atração. Famílias no estádio, cerveja liberada para aqueles que gostam de ver a partida com o copo na mão, novo mascote do Coritiba sendo apresentado – o Vovô Coxa foi repaginado -, amigos reunidos, enfim, diversas eram as particularidades que comprovaram que o Paratiba foi uma festa para os apreciadores do futebol.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!