O Coritiba, ao que tudo indica, não vai conseguir atingir seu primeiro objetivo na Série B do Campeonato Brasileiro. A meta estabelecida era estar dentro do G4 ao final da oitava rodada, antes da parada para a Copa América. A derrota de virada para no clássico para o Paraná Clube por 3×2, na tarde deste sábado (8), em pleno Estádio Couto Pereira, complicou a situação do time coxa-branca neste começo da segunda divisão. Revés no primeiro Paratiba do torneio que foi bastante lamentado pelos jogadores alviverdes.

+ EletrizanteConfira todos os detalhes do clássico

Autor de um golaço diante do Paraná Clube, o meia-atacante Juan Alano até teve uma boa atuação pela segunda partida seguida, mas criticou a postura da equipe alviverde, que não conseguiu segurar o resultado. Para ele, algumas desatenções do Coritiba na partida custaram a derrota para o Tricolor. “Infelizmente perdemos em casa. A nossa torcida lotou o estádio. Nós corremos, lutamos. Tem que se ligar. Uma desatenção custa caro demais. Não saímos com os três pontos e agora é buscar recuperar o que perdemos fora de casa”, apontou o jogador, que trocaria o gol por uma vitória no clássico.

“Foi sim um belo gol, mas não é para comemorar. O importante seria vencer. Perdemos a partida. A gente sai triste daqui hoje (ontem). No segundo tempo o Umberto (Louzer, técnico) me colocou no meio. Falei que onde ele me colocar vou me dedicar ao máximo. Saio triste daqui, pela derrota, mas agora é aprender com os erros”, emendou.

+ Confira como foi o jogo no Tempo Real da Tribuna!

Escolhido para ser titular da zaga do Coritiba na vaga de Romércio, o zagueiro Walisson Maia voltou a atuar depois de um longo período se recuperando de uma lesão. Não foi o retorno esperado, mas o defensor pregou tranquilidade e destacou a importância de começar a ganhar fora de casa na Série B. “É trabalhar para começar a ganhar fora e recuperar os pontos perdidos em casa. Voltei depois de um ano parado por conta de lesão. A gente nunca espera uma derrota dentro de casa, ainda mais em um clássico. É trabalhar, ter cabeça boa e nessa hora não falar besteira. Só resta trabalhar para somar pontos no jogo de terça (contra o Guarani)”, finalizou Walisson Maia.

+ Confira a classificação completa da Série B

Com a derrota sofrida no Paratiba, o Coritiba viu o próprio rival ultrapassar na classificação e ocupa a 11ª posição com apenas nove pontos. O time coxa-branca está somente três pontos atrás do Sport, quarto colocado, mas mesmo que vença o Guarani, nesta terça-feira (11), em Campinas, dificilmente conseguirá terminar a oitava rodada, antes da parada para a Copa América dentro do G4 da segunda divisão.