O Paraná Clube está garantido na Série B do ano que vem. Não que isso seja um motivo para o torcedor paranista comemorar, mas, diante do risco de queda, a vitória sobre o América-MG, sábado à noite, por 1×0, na Vila Capanema, eliminou qualquer possibilidade. O time comandado pelo técnico Fernando Miguel, agora com 46 pontos e na 12ª posição, volta à campo no próximo sábado, diante do Bragantino, novamente dentro de casa.

Pressionado com o risco de queda e ameaçado pelo torcedor, que publicou um manifesto durante a semana, o Paraná Clube iniciou a partida de forma diferente das últimas jornadas. Mesmo contra o atual vice-líder da Segundona, o Tricolor pressionou desde o começo e conseguiu abrir o placar aos 11 minutos. Fernandes cruzou, Leandro Guerreiro afastou mal e, depois do levantamento de Henrique, Ricardinho cabeceou na trave e Lúcio Flávio marcou no rebote.

Precisando de pelo menos o empate para conseguir o acesso de forma antecipada, o Coelho voltou mais ligado na etapa final. Diante de um Paraná mais resguardado, o time mineiro passou a pressionar no seu campo de ataque e começou a assustar o goleiro Marcos. A primeira grande chance do América-MG veio aos 17 minutos. Após boa troca de passes, o ex-paranista Marcelo Toscano apareceu livre, mas Marcos fez grande defesa e evitou o empate.

Com a postura mais agressiva do Coelho, o Paraná tinha espaços para atacar e, aos 22, Lúcio Flávio teve a chance de liquidar a partida. Na cara do gol, o camisa 9 tentou driblar o goleiro e desperdiçou grande oportunidade de ampliar a vantagem.

A pressão do América-MG no final aumentou. Depois do cruzamento na área, Marcelo Toscano chutou de primeira e Marcos se esticou para fazer a defesa. Mas apesar da pressão dos mineiros, o Tricolor sustentou bem a pressão e, livre do rebaixamento, já pode começar a planejar a temporada de 2016.

Paraná Online no Facebook