O presidente do Paraná Clube, Leonardo Oliveira, garantiu nessa terça-feira (24) que o acordo com novos investidores está evoluindo. Porém, o dirigente admitiu que a pandemia do coronavírus está dificultando o fechamento do acordo.

“As coisas continuam evoluindo, porém, com a definição de um novo calendário, da janela de contratações, podemos ir adaptando. No nível macro está tudo fechado, estamos acertando os detalhes”, disse o dirigente, em entrevista para a Rádio Transamérica.

“Neste momento não temos condição de bater o martelo porque precisamos acertar algumas situações, como a busca por reforços. Como fazer um contrato com um jogador agora se você não sabe o quanto tempo vai ficar parado?”, indagou, ressaltando que a parceria é importante e que as negociações estão avançando.

+ Mafuz: Coronavírus trará grave conflito financeiro ao futebol brasileiro

Quanto às renovações de contratos, o presidente paranista destacou que a permanência do zagueiro Fabrício, que tem vínculo até o final de abril, está encaminhada.

“Aproveitamos o jogo contra o Botafogo para conversar com o agente dele no Rio de Janeiro. Já está apalavrado, Nos próximos dias deve resolver isso no papel”, garantiu.

+ Mais do Tricolor:

+ Com estaduais em xeque, dinheiro da Globo e do DAZN também fica incerto
+ Qual o futuro do Paranaense 2020? Clubes divergem sobre decisão

+ Paraná ganha isenção de pagamento por três meses
+ Paraná coloca a Vila Capanema à disposição do governo