Com graves dificuldades financeiras, o Paraná solicitou à Justiça para antecipar valores com objetivo de pagar contas de água, luz, telefone e a folha salarial. A quantia de R$ 1 milhão é referente ao contrato com o Espaço Torres, que arrendou os salões sociais da sub-sede da Av. Kennedy até 2032. A parcela única é de 2021.

Após reunião entre as partes na última terça-feira (21), o juiz Jose Wally Gonzaga Neto, responsável pelo Ato Trabalhista, renovado neste mês, aceitou o apelo paranista. O magistrado concordou, ainda, que os 20% da arrecadação do Paraná que a Justiça retém para pagamento de dívidas trabalhistas não seja efetuado. O Tricolor promete ressarcir o valor “quando a condição financeira permitir”.

Saiba como assistir aos jogos do Paranaense pelo celular, computador ou Smart TV

A justificativa de Gonzaga Neto para autorizar a manobra é a preocupação com os atrasos salariais do clube, que ultrapassam quatro meses. O valor recebido, contudo, será suficiente para o pagamento de apenas um mês dos vencimentos de funcionários e prestadores de serviços, além das contas básicas para o funcionamento do dia a dia. O despacho foi revelado pelo portal Paranautas.

Firmado em 2012, o acordo com o Espaço Torres tem vínculo de 20 anos e o Tricolor recebe R$ 1 milhão por ano em parcela única. A parceria foi firmada na gestão do presidente Rubens Bohlen. O clube tem direito a usar as instalações em uma data por mês. O local recebeu reformas durante o período de bancadas pela empresa parceira.

TABELA: Veja os próximos jogos e a classificação do Paranaense

Ainda conforme o documento, o juiz afirma que a ação “vai dar fôlego ao clube até a finalização de negociações para a terceirização do departamento de futebol”. O presidente do Paraná, Leonardo Oliveira, negocia com três investidores, sendo um estrangeiro (da Rússia) e dois brasileiros. O plano é terceirizar o comando do futebol paranista.

As conversas com os interessados estão acontecendo desde o final de dezembro. Por ser um contrato complexo, a expectativa é de que algo seja firmado apenas em fevereiro. O investimento principal, caso seja concretizado, será feito para a disputa da Série B do Brasileirão. Ainda não há detalhes sobre valores e duração da parceria.

Quer assistir aos jogos do Paranaense ao vivo? Assine a DAZN com 30 dias grátis”

+ Mais do Tricolor:

+ Paraná Clube fecha com goleiro do Goiás
+ Paraná acerta com “homem-gol” para a sequência da temporada
+ Tcheco, Baier e mais! As curiosidades dos técnicos do Campeonato Paranaense