O Paraná Clube, em mais um jogo onde sofreu gol no início do jogo, não teve forças para se recuperar, perdeu por 2×0 para a Chapecoense, fora de casa e foi eliminado na segundafase da Copa do Brasil. O técnico Claudinei Oliveira lamentou o resultado negativo, mas espera que o time consiga assimilar bem esse revés e foque na partida contra o Bahia,sábado(21), às 16h30, na Vila Capanema, pelasegundarodada da Série B.

“O que eu tinha para falar já falei para os jogadores no vestiário. Ninguém gosta de perder e esperamos que eles tenham esse poder de reação. O Bahia tem uma boa equipe, mas temos condições de vencer qualquer equipe em casa. Temos que fazer os gols, não adianta só correr. Se esforçado a nossa equipe tem bastante, mas esse corre corre e desgaste não resolve”, explicou o treinador.

Claudinei, além do desejo de colocar o Tricolor na terceira fase da Copa do Brasil, afirmou que queria uma nova chance de encarar o Atlético. Por isso, disse sair frustrado do duelo contra a Chapecoense.

“Saio frustrado e chateado, porque eu tinha uma grande expectativa de passar de fase e enfrentar o Atlético mais uma vez. Acho que o torcedor merecia essa nova partida e esse novo clássico seria fantástico para nós”, emendou ele, que ressaltou que o Paraná chegou perto de conseguir a classificação.

“Com todo o respeito à Chapecoense, tínhamos condições de passar de fase. O placar de 2×0 pode dar outra impressão, mas estivemos muito pertos de nos classificarmos. Temos que evitar ficar nos lamentando. Temos que conquistar vitórias, senão não vamos sair do lugar. Ficamos perto da classificação, mas não nos classificamos. Ninguém quer saber o que aconteceu no jogo. Na semifinal do Campeonato Paranaense jogamos bem, mas fomos eliminados também”, concluiu o comandante paranista.