A vitória por 2×0 do Paraná Clube sobre o Vitória, na noite de quinta-feira (13), no Barradão, foi especial. Não só pelo resultado, que encaminha a classificação do Tricolor para as oitavas de final da Copa do Brasil, mas também pela emoção que tomou conta do segundo gol paranista.

Aos 42 minutos do segundo tempo, o meia Guilherme Biteco marcou pela primeira vez com a camisa do Paraná e homenageou o irmão Matheus Biteco, que faleceu no acidente aéreo da Chapecoense, em novembro do ano passado. Biteco estampou uma camisa com imagens do irmão e chorou muito na comemoração.

“Vai ficar muito marcado esse momento. Mas eu preciso ter a cabeça no lugar e manter a tranquilidade. Como eu falei, eu sempre choro, mas perto dos meus colegas eu tento ser forte. Não quero passar minha tristeza para eles”, disse ele, em entrevista ao Sportv.

Quando estreou pelo Tricolor, na derrota por 1×0 para o Coritiba, na terceira rodada do Campeonato Paranaense, Guilherme Biteco também se emocionou bastante. Era a primeira vez que ele entrava em campo depois de perder o irmão. Uma barra que o jogador admite que não está sendo fácil segurar.

Torcida do Paraná Clube foi em peso ao aeroporto recepcionar a delegação após a vitória em Salvador. Foto: Colaboração
Torcida do Paraná Clube foi em peso ao aeroporto recepcionar a delegação após a vitória em Salvador. Foto: Colaboração

“Está muito difícil lidar. Para mim e toda a minha família. Eu choro para dormir, indo para o treino, depois do treino. Eu tenho que agradecer o Paraná pela oportunidade. Todos estão me ajudando muito, não é só o Wagner Lopes. Eu esperei por esse gol, mas estava feliz pelas assistências que vinha fazendo”, declarou o meia em entrevista à rádio Transamérica.

Até por isso o técnico Wagner Lopes destacou a alegria do grupo pelo gol do atleta. “Nós estávamos esperando esse gol há um bom tempo. Não só pela homenagem que ele queria fazer ao irmão, mas porque ele é muito querido pelo grupo. Esse gol foi de toda a família paranista”, disse o treinador.

Família paranista que foi em peso ao aeroporto Afonso Pena receber a delegação após a boa vitória em Salvador. O jogo de volta contra o Vitória será na Vila Capanema, na próxima quarta-feira (19), às 19h30. O Tricolor pode até perder por um gol de diferença que garante vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil.