O Paraná Clube perdeu para o Atlético-GO por 1×0, nesta sexta-feira (15), em Goiânia, e praticamente deu adeus às chances de acesso para a Série A. A derrota deixa o time paranista com a necessidade de vencer os dois jogos restantes (Criciúma e Botafogo-SP) e torcer por derrotas de Dragão, América-MG e Coritiba. O Tricolor parou nos 54 pontos e agora está a quatro pontos do América-MG, o quarto colocado, mas pode ver essa distância subir para seis, caso o Coritiba vença o Oeste, neste sábado (16), no Couto Pereira.

Diante dos goianos, pela 36ª rodada da Série B, o Paraná foi inoperante no confronto direto por uma vaga no G4. Mesmo com a necessidade de vitória, deu apenas dois chutes a gol, ambos no primeiro tempo, em 90 minutos. O Paraná volta a campo na terça-feira (19), às 19h15, diante do Criciúma, no Heriberto Hülse, pela 37ª rodada.

+ Confira como foi o jogo no Tempo Real da Tribuna!

A equipe paranista entrou com duas mudanças: o goleiro Alisson na vaga de Thiago Rodrigues, suspenso, e o volante Luiz Otávio no lugar do meia-atacante João Pedro, por opção do técnico Matheus Costa.

O Paraná começou a partida com uma postura ofensiva nos dez minutos iniciais, mas não conseguiu criar jogadas, a não ser um chute rasteiro de Jhemerson. A partir daí, o Atlético-GO passou a explorar a velocidade com toques rápidos para chegar ao ataque.

Aylon e Pedro Raul foram os primeiros a assustar, mas as melhores chances vieram em um período de cinco minutos. Mike ganhou dividida contra Guilherme Santos e chutou cruzado para fora. Depois foi a vez de Pedro Raul aproveitar cruzamento e cabecear para grande defesa de Alisson. No final, o Tricolor esboçou alguma reação, com chute de fora da área de Bruno Rodrigues e um cabeceio de Jenison. Em ambos, o goleiro Mauricio Kozlinski espalmou.

O segundo tempo iniciou com uma grande chance para o Paraná. Bruno Rodrigues recebeu cruzamento dentro da área, ajeitou no peito e chutou em cima do goleiro. A resposta do Dragão foi logo em seguida, em chute de Moacir por cima do travessão.

Em jogada individual, Jorginho quase abriu o placar para o Atlético-GO. O meio-campista driblou Sciola com facilidade e soltou uma bomba na trave. Após esse lance, o técnico paranista trocou de meias: saiu Matheus Anjos para a entrada de Vitinho. O atacante Judivan também entrou na vaga do meio-campista Jhemerson.

+ Confira a classificação completa da Série B!

Logo após as mudanças, o time goiano desperdiçou uma penalidade. Aos 24, Jorginho recebeu de calcanhar de Pedro Raul na área e foi derrubado por Sciola. Na cobrança do pênalti, Pedro Raul chutou no canto de direito de Alisson, que pulou bem e espalmou. O centroavante, em outra oportunidade, recebeu cruzamento na pequena área e chutou para fora.

Na terceira tentativa do Dragão, contudo, saiu o gol. Aos 32, em contra-ataque, Jorginho arrancou pelo meio e tocou para Matheuzinho, que girou chutando para marcar um golaço. O gol diminuiu ainda mais o ritmo do Tricolor, que não conseguiu esboçar uma reação, pouco atacando, e viu a missão de acesso se tornar praticamente impossível.

Ficha técnica

SÉRIE B
2º Turno – 36ª Rodada

ATLÉTICO-GO 1×0 PARANÁ

Atlético-GO
Mauricio Kozlinski; Reginaldo, Lucas Rocha, Oliveira e Nicolas; Nathan, Moacir (Matheuzinho) e Jorginho; Aylon (Victor Paraíba), Mike (Pedro Bambu) e Pedro Raul.
Técnico: Eduardo Barroca

Paraná
Alisson; Éder Sciola, Leandro Almeida, Rodolfo e Guilherme Santos; Luiz Otávio (João Pedro), Fernando Neto, Matheus Anjos (Vitinho), Jhemerson (Judivan) e Bruno Rodrigues; Jenison.
Técnico: Matheus Costa

Local: Antônio Accioly (Goiânia-GO)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Gol: Matheuzinho, 32 do 2º
Cartões amarelos: Moacir, Jorginho, Mike (ATL); Leandro Almeida, Fernando Neto, Rodolfo e Judivan, João Pedro (PAR)