O Paraná está virtualmente livre do rebaixamento na Série B. Neste sábado à tarde, a equipe paranista venceu o Guarani, por 3 a 0, no Estádio Durival de Britto, em Curitiba, pela 36.ª rodada, chegando aos 49 pontos, em 12.º lugar. O time paulista acumulou a sua segunda derrota consecutiva e permanece com 46 pontos, em 14.º, muito preocupado em escapar do descenso.

Em apenas seis minutos, o Paraná praticamente definiu o jogo a seu favor, desmontando o esquema defensivo armado pelo Guarani. Aos 2 minutos, o time da casa teve um pênalti ao seu favor após disputa de bola entre o zagueiro bugrino Ewerton Páscoa e o atacante Giancarlo. Na cobrança, Itaqui não deu chances de defesa para o goleiro Émerson.

O gol desestabilizou o Guarani emocionalmente que, em seguida, sofreu o segundo gol. Após jogada individual de Marinho, que entrou na área em diagonal, a bola sobrou para Dinelson. O ex-meia do próprio time paulista driblou Ewerton Páscoa e bateu colocado, fazendo 2 a 0, aos seis minutos.

Demorou um pouco para o visitante se assentar em campo. E quando parecia que conseguiria diminuir o placar, acabou sofrendo o terceiro. A jogada começou do lado esquerdo, muito usado pelo Paraná, de onde saiu o levantamento pelo alto. Na área, o grandalhão Giancarlo até se abaixou para tocar de cabeça, fazendo 3 a 0, aos 19 minutos.

Com ampla vantagem, o Paraná tirou o pé, tocando mais a bola e deixando o tempo passar. O Guarani não conseguiu chutar uma bola no goleiro Zé Carlos, que virou mero espectador.

Na volta do intervalo, o técnico Giba foi bem claro sobre o objetivo do Guarani: “Nós acertamos a marcação, individualizando algumas peças, porque se não nós vamos tomar um monte de gols”.

E o desenho do jogo foi como previsto. O Guarani não se arriscou ao ataque, enquanto o Paraná tocou a bola com calma. Mesmo assim, sem forçar, ainda criou mais duas ou três chances para ampliar o placar.

Nas duas últimas rodadas, o Paraná vai enfrentar adversários que brigam pelo acesso. Vai sair contra o Sport e receber o Bragantino. O Guarani vai ter duas chances para escapar da Série C. Em Paulista (PE) vai pegar o rebaixado Salgueiro e depois, em Campinas, receber o Goiás.

FICHA TÉCNICA:

Paraná 3 x 0 Guarani

Paraná – Zé Carlos; Marquinho,Flávio, Brinner e Lima; Éverton Garroni (Serginho), Itaqui, Cambará e Dinelson (Jéferson Maranhão); Marinho e Giancarlo (Hernane). Técnico – Guilherme Macuglia.

Guarani Émerson; Ari (Marcelo), Ewerton Páscoa, Aílson e João Paulo; Dadá, Lucas Fonseca, Leandro Carvalho e Rodrigo Paulista (Jefferson); Denílson (Bruno Peres) e Fabinho. Técnico – Giba.

Gols – Itaqui, aos 3, Dinelson, aos 6 e Giancarlo, aos 19 minutos do primeiro tempo.

Árbitro – Ronan Marques da Rosa (SC).

Cartões amarelos – Ewerton Páscoa, Dadá, Marinho e Flávio Boaventura, Jéferson Maranhão.

Renda – R$ 32.600,00.

Público – 1.524 pagantes (2.043 total).

Local – Estádio Durival de Britto, na Vila Capanema, em Curitiba (PR).