A próxima edição do Rally Dakar começará e terminará em Buenos Aires e incluirá parte do território chileno, anunciaram, nesta quinta-feira, os organizadores da prova. A 33ª edição da corrida será realizada na América do Sul pelo terceiro ano seguido, depois que ameaças terroristas obrigaram a mudança da rota tradicional da prova através do deserto do Saara, no norte da África.

Os competidores do rali, que será disputado entre 1º e 16 de janeiro, largará de Buenos Aires até o oeste para cruzar a Argentina e chegar ao Chile, em uma jornada que passará próximo das fronteiras com o Peru e a Bolívia.

Os competidores vão chegar no dia 7 de janeiro na cidade de Arica, no Chile, em um ponto que representará a metade do caminho do Rally Dakar. Depois de um dia de descanso, os corredores continuarão ao sul pelo litoral do Chile e de volta para a Argentina, retornando a Buenos Aires por outro caminho, mas passando novamente por Córdoba.