As obras para a adequação da Arena às exigências da Fifa vão começar até março de 2010, segundo confidenciou o arquiteto responsável pelo projeto do estádio Carlos Arcos, que participou da 8.ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo.

Segundo o profissional, em entrevista ao site Copa 2014, a conclusão da Arena será feita em duas etapas. A primeira é o término do setor das arquibancadas, inclusive com a retirada do fosso que ainda circunda 3/4 da praça esportiva. A fase final será a cobertura do estádio.

Conforme o arquiteto, para a primeira etapa não será necessária a interdição do estádio para jogos e o prazo estimado para a conclusão é de um ano. “Haverá espaço para vestiários, camarotes e instalações de mídia, englobando, na prática, a totalidade das instalações necessárias para um jogo de Mundial. As obras começam até março de 2010, prazo-limite da Fifa, e devem ficar prontas em um ano. Durante esta fase, o estádio continua a funcionar normalmente”, afirmou Arcos.

Quando finalizado o primeiro estágio, 11 mil lugares serão acrescidos aos 30 mil já existentes. As arquibancadas ficarão muito próximas do gramado – apenas 6 metros, limite de aproximação mínimo permitido pela Fifa.

O fosso será transformado em reservatório de águas pluviais, captadas pela cobertura. As águas servirão para a irrigação do campo e limpeza de áreas do estádio.

O segundo e final estágio compreende a cobertura da Arena e devido à complexidade da obra, implicará no fechamento da praça esportiva por um ano, a partir de 2011. Segundo Arcos, o escritório alemão Schlaich Bergermann Und Partner (SBP) ficou encarregado dos cálculos estruturais. Toda a obra está orçada em R$ 138 milhões, dinheiro que o clube ainda não dispõe, mas está negociando meios de angariá-lo.