Ao vencer o Grande Prêmio Presidente da ABCPCC, na tarde de sábado, em São Paulo, Nelore Porã firmou-se como candidato para a prova da milha do Grande Prêmio Brasil.

Nelore Porã assumiu a ponta na primeira parte do percurso e teve energias para defender-se do ataque de Zitromax, demonstrando grande energia, credenciando-se para a prova da milha internacional, na Gávea. Jimmy chegou perto na posição imediata. Confirmou, portanto, a vitória obtida na milha da semana do Grande Prêmio Paraná e agora com sua atuação em Cidade Jardim, ficou pronto para o importante compromisso, na semana do GP Brasil, no Hipódromo da Gávea. Nelore Porã, um filho de Romarin e Factory Dream, nascido em 2002, de criação do Haras Ponta Porã, defendeu a farda de Artagão de Matos Leão, sob os cuidados de Luiz Roberto Feltran e dirigido por Zeferino Moura Rosa.

Uma vitória, sem dúvida convincente, que coloca em evidência no o turfe paranaense cenário nacional, nesta fase critica que atravessa o turfe paranaense Nelore Porã tem tudo para proporcionar muitas alegrias aos seus responsáveis, talvez na milha internacional do GP Brasil.

Tchintchulino

O Grande Prêmio Ministro da Agricultura, grupo 3, que serviu como preparatório para o Grande Prêmio Brasil, foi outra atração de domingo em São Paulo, sendo vencido em chegada sensacional por Tchintchulino, que derrotou Coração de Vidro, com o favorito Oakfast, que correu na ponta, atrasando-se para terceiro. Trem Brasil e Focus completaram o marcador.

Tchintchulino, um filho de Roi Normand e Duquesa Vaika (Waldmeister), de criação do Haras Santa Ana do Rio de Grande, defendeu a farda J.C.M. sob os cuidados J.Miranda, com excelente direção de Nelito Cunha.

Pantaleon

O Clássico 9 de Julho, reservado para produtos de 4 e mais anos, na distância de 2.000 metros, em pista de areia, outra boa atração de domingo em São Paulo,  foi vencido pelo paranaense Pantaleon, filho de New Colony e Ile Rousse, de criação do Haras Santa Maria de Araras, que defendeu as cores do Stud Novo Triunfo, sendo apresentado por Pedro Nickel Filho, em parceria com Amilton Aquino Farias, e dirigido por Nelito Cunha. O tempo da prova foi de 2?4?224 para os 2.400 metros, em pista de grama.