O judô brasileiro teve um desempenho ruim no terceiro dia do Mundial de Judô, que está sendo realizado em Roterdã. Nesta sexta-feira, Nacif Elias, na categoria até 81kg, e Danielli Yuri, na categoria até 63kg, foram eliminados precocemente da competição.

Antes de ser derrotado, porém, Nacif Elias, que disputou seu primeiro Mundial, conseguiu um resultado expressivo. O brasileiro derrotou o holandês Guillaume Elmont por decisão da arbitragem. Depois, ele venceu o australiano Brent Iverson. A campanha do brasileiro foi encerrada nas oitavas de final, com derrota para o francês Axel Clerget, por wazari.

“Cometi um erro, ele acertou um wazari e, apesar de ter visto no vídeo e achar que foi yuko, não tem mais nada que eu possa fazer. Agora resta corrigir os erros. Preciso ganhar mais resistência, para poder dar um volume alto de ataques durante todo o tempo da luta”, afirmou.

Já Danielli Yuri entrou apenas uma vez nos tatames holandeses. A brasileira foi derrotada na primeira rodada do pela russa Vera Koval, por ippon. “Estava bem superior na luta e no único golpe que ela tentou acabou resultando no ippon. Judô é assim. Uma fração de segundo é o suficiente para a pessoa acertar um movimento e vencer”, lamentou.