Titular absoluto do Chelsea durante vários anos, o goleiro Petr Cech vive situação diferente na temporada 2014/2015, afinal a meta do time londrino foi assumida por Thibaut Courtois. Neste sábado, porém, ele terá nova oportunidade de mostrar seu valor, pois foi confirmado pelo técnico José Mourinho para o jogo com o Hull City, em casa, pelo Campeonato Inglês.

O treinador português explicou que Courtois sofreu uma leve lesão e não entrará em campo neste fim de semana. “Courtois teve um pequeno problema no treinamento, um pequeno problema muscular e não está disponível para amanhã. É uma chance para Petr e uma chance para Mark (Schwarzer) ficar no banco, então estamos mais do que confortáveis”, disse.

Na atual temporada, Cech disputou apenas seis partidas pelo Chelsea, sendo uma pelo Campeonato Inglês e três pela Liga dos Campeões da Europa. E embora o checo não seja mais seu titular, o treinador destacou que possui total confiança em Cech.

“Ele não tem nada a provar para mim, para o clube, para os seus companheiros de equipe ou para os torcedores. É uma situação fácil, simples para ele: ir e jogar, que é o que ele tem feito em toda a sua carreira. É muito confortável para mim, para os jogadores e para os torcedores saber que o nosso goleiro amanhã é Petr Cech”, disse.

Assim, mesmo que Cech não seja titular do Chelsea, Mourinho rejeitou a possibilidade de negociá-lo na janela de transferências de janeiro. “O seu habitat natural é o gol e não o banco. É por isso que desde o início da temporada eu não paro de dizer que é perfeito para mim ter Petr no plantel”, comentou.